Como Jejuar Corretamente segundo a Bíblia

Por Tyago Rodrigues 10 Min de Leitura

Neste artigo, exploraremos como jejuar corretamente segundo a Bíblia, abordando pontos essenciais para uma prática eficaz e significativa.

O jejum é uma prática espiritual poderosa que tem sido observada por séculos.

Na Bíblia, encontramos muitas referências ao jejum como uma forma de busca espiritual, arrependimento e fortalecimento da relação do ser humano com Deus.

Como Jejuar Corretamente segundo a Bíblia

Como Jejuar de Forma Correta

O primeiro passo para jejuar corretamente, de acordo com a Bíblia, é entender o verdadeiro propósito do jejum.

O propósito do jejum não é coagir Deus a fazer a nossa vontade, mas sim nos colocar em um estado de maior sintonia com a vontade Dele.

- Publicidade -

O jejum é uma disciplina espiritual que nos ajuda a nos humilhar, a nos submetermos à soberania do Senhor e a buscarmos a Sua orientação e direção.

Ao jejuar, estamos, de fato, transportando a nós mesmos para debaixo da vontade de Deus.

Estamos demonstrando nossa disposição em nos submeter ao plano divino e em buscar Sua sabedoria e guia em vez de impor nossos desejos egoístas.

O jejum é uma uma expressão de nossa dependência Dele e de nossa confiança em Sua sabedoria e bondade.

Portanto, ao jejuar, devemos fazê-lo com um coração humilde e disposto a aceitar a vontade de Deus, não apenas a nossa própria.

- Publicidade -

Os Benefícios Espirituais do Jejum de Acordo com a Bíblia

Jejuar corretamente de acordo com a Bíblia traz inúmeros benefícios espirituais.

Primeiramente, o jejum nos ajuda a quebrar os laços do orgulho e do egoísmo.

Também é uma maneira de expressar arrependimento e buscar perdão por nossos pecados.

No livro de Joel 2:12-13, lemos:

“Ainda assim, agora mesmo, declara o Senhor, “voltem para mim de todo o coração, com jejum, lamento e pranto”. Rasurem o coração, e não as vestes. Voltem-se para o Senhor, o seu Deus, pois ele é misericordioso e compassivo, muito paciente e cheio de amor.”

Joel 2:12-13

Nesse passagem, Deus está chamando Seu povo ao arrependimento e encorajando-os a se voltarem para Ele com sinceridade de coração, jejum, lamento e pranto.

A promessa contida aqui é que Deus será misericordioso, compassivo, paciente e cheio de amor para com todo o povo que assim fizer.

Embora o jejum seja frequentemente associado ao fortalecimento espiritual, nesses versos e nos demais que vem a seguir lemos que ele também pode ter impactos materiais ou físicos em nossa vida e na vida de todo um povo.

Eu poderia meditar neste capítulo bíblico por horas; ele é maravilhoso.

Existem pelo menos 12 benefícios específicos do jejum listados nessa passagem:

1. Revelação
2. Cura e integridade
3. Justiça
4. A presença da Shekinah de Deus
5. Orações respondidas
6. Direção da parte do Senhor
7. Contentamento
8. Refrigério
9. Força
10. Encorajamento
11. Futuras gerações serão levantadas
12. Restauração

- Publicidade -

Como se Preparar Espiritualmente para um Jejum

Antes de iniciar um jejum, é crucial preparar-se espiritualmente.

Primeiramente, reserve um tempo para orar e refletir sobre o propósito bíblico do jejum e seus objetivos e pedidos secundários a Deus.

Pergunte a si mesmo por que você está jejuando e o que deseja alcançar espiritualmente com isso. Ore por força e disciplina para cumprir o jejum com sinceridade.

Em seguida, escolha o tipo de jejum que você realizará.

Tenha em mente que existem diferentes tipos de jejum, incluindo o jejum de alimentos, de mídias sociais ou qualquer coisa que consuma muito do seu tempo e atenção.

Escolha um que esteja alinhado com seu propósito e saúde pessoal.

Quem Pode Jejuar Segundo a Bíblia?

Em Mateus 9:14-15, Jesus aborda o tema do jejum e afirma que todos os que são seus discípulos não só podem, como irão jejuar assim que estivessem na ausência física do noivo, leia a passagem comigo:

“Então, aproximaram-se dele os discípulos de João e perguntaram: ‘Por que nós e os fariseus jejuamos muitas vezes, e os teus discípulos não jejuam?’ Disse-lhes Jesus: ‘Podem, por acaso, os convidados para o casamento estar de luto enquanto o noivo está com eles? Dias virão em que lhes será tirado o noivo; e então, jejuarão.'”

Mateus 9:14-15

Nesse trecho, Jesus está usando a metáfora de um casamento para explicar a razão pela qual Seus discípulos não jejuavam enquanto Ele estava presente.

Ele compara a Sua presença com a presença do noivo em um casamento, ou seja, é momento de alegria e celebração.

Ele está indicando que, durante Sua presença física com eles, não era apropriado jejuar, pois era um período de alegria espiritual e comunhão direta com Ele.

- Publicidade -

No entanto, Jesus também faz a previsão de que haverá um tempo em que Ele será retirado da presença deles, referindo-se à Sua crucificação e ascensão.

Nesse momento, todos os discípulos jejuarão, como um ato de busca espiritual e expressão de sua necessidade de Deus na ausência física de Jesus.

Portanto, o jejum é uma prática significativa para a jornada espiritual de todos os cristãos e Jesus ensinou que é apropriado fazê-lo até Sua volta.

Quantas Vezes Devo Jejuar e Por Quanto Tempo?

A frequência e a duração do jejum podem variar de pessoa para pessoa e de situação para situação.

Não há regras estritas na bíblia sobre quantas vezes alguém deve jejuar ou por quanto tempo.

Algumas pessoas jejuam regularmente uma vez por semana, enquanto outras podem fazer um jejum mais longo em momentos específicos de busca espiritual intensa.

A chave aqui é ouvir a orientação do Espírito Santo e seguir o que seu coração está lhe dizendo.

Comece com jejuns mais curtos e, à medida que se sinta mais confortável e guiado, você pode estender a duração.

Como Terminar o Jejum?

O término do jejum é tão importante quanto o início.

É uma transição delicada do estado de jejum para a alimentação normal.

- Publicidade -

Portanto, evite ingerir alimentos pesados ou gordurosos imediatamente após jejuar, pois isso pode causar desconforto estomacal (principalmente se vier de um jejum longo e intenso).

Comece com algo leve, como frutas ou uma sopa, e depois vá reintroduzindo gradualmente alimentos sólidos ao longo do dia.

Use este momento para agradecer a Deus pela Sua graça e orientação durante o jejum.

Continue em oração e reflexão, permitindo que a experiência do jejum continue a impactar sua vida espiritual.

Exemplos de Pessoas que Jejuaram na Bíblia

A Bíblia está repleta de exemplos de pessoas que jejuaram e experimentaram poderosos encontros com Deus.

Alguns desses exemplos incluem:

Jesus que passou por um período de jejum de 40 dias e 40 noites no deserto, abstendo-se de comida (Mateus 4:2).

Moisés que vivenciou dois eventos de jejum sobrenatural enquanto permaneceu no monte por 40 dias e noites, na presença de Deus (Deuteronômio 9:9-18).

Elias que também experimentou um jejum sobrenatural, recebendo alimentação divina que consistia de dois pães e duas porções de água fornecidos por um anjo.

Ele conseguiu atravessar 40 dias e 40 noites com essa provisão extraordinária (1 Reis 19:3-8).

- Publicidade -

Daniel que optou por um jejum parcial, mantendo uma dieta de legumes e água por três anos (Daniel 1:3-20).

Posteriormente, ele realizou outro jejum, abstendo-se de alimentos desejáveis, incluindo carne e vinho, durante três semanas (Daniel 10:2,3).

Neemias que jejuou, dedicando alguns dias para orar e lamentar em resposta ao sofrimento de seu povo (Neemias 1:4).

Josafá que junto a toda tribo de Judá, recorreu ao jejum como uma súplica ao Senhor, obtendo um notável livramento em um dos eventos mais marcantes de sua história (2 Crônicas 3,4,13-17).

Ester, suas servas e o povo de Israel que empreenderam um jejum total de três dias como medida desesperada para evitar a execução ordenada pelo rei (Ester 4:16, 8:10-12, 9:2).

Os discípulos de Jesus que praticaram o jejum em várias ocasiões ao longo de seu ministério (Atos 9:9, Atos 13:2,3, Atos 14:23).

Esses exemplos mostram como o jejum pode ser uma ferramenta poderosa para buscar a Deus em momentos de necessidade, orientação e arrependimento.

Compartilhe Este Artigo
Follow:
Me chamo Tyago Rodrigues e sou totalmente apaixonado pelo reino de Deus e sua obra! O que queima em meu coração? Levar o Evangelho libertador às pessoas, através do ensino da Palavra de Deus, e é isso que tenho feito!
Deixe um comentário