Agora! Conheça Sua Bíblia de Capa a Capa

Qual o Significado Bíblico de um Avivamento Genuíno?

Quando o assunto é o que é avivamento, muitas pessoas ficam perdidas. Várias delas logo pensam em horas de adoração, pessoas rendidas e milagres. É bem verdade que tudo isso pode fazer parte, mas um processo genuíno vai além das palavras e momentos específicos.
Continua após a publicidade

Você com certeza já se deparou com as seguintes dúvidas: “O que é ou o que significa um Avivamento Bíblico? Como entender e quais as características de um Avivamento Genuíno?

Qual o Significado Bíblico de um Avivamento Genuíno?

Na semana passada, prestamos um excelente culto ao Senhor aqui em minha igreja local, foi tremendo, e como resultado à verdadeira adoração o Espírito de Deus se fez presente.

No momento em que o pregador fez o convite (apelo), muitas pessoas vieram a frente para se comprometer novamente com a obra de Deus e Seu Reino.

Outros comentaram sobre o poder de Deus percebido, que foi notório no culto. Alguns até mencionaram o termo “avivamento“…

O que significa o termo Avivamento segundo a Bíblia?

Sabemos que um avivamento bíblico e genuíno é extremamente necessário para a igreja como um corpo corporativo e para o crente individual!

Porém, o que de fato significa um avivamento espiritual?

Bom, nos dias de hoje muitos significados têm sido atribuídos ao termo avivamento, mas será que todos estão de acordo com a bíblia?

Vivemos uma época de muita confusão… Quando falamos em avivamento, nem todos entendem a mesma coisa.

Há muita gente sinceramente equivocada acerca deste importante assunto. Queremos, então, clarear o termo definindo o que não é e o que vem a ser um avivamento bíblico.

Avivamento NÃO é algum tipo de programa agendado pela igreja.

Vejo muitos irmãos marcando agendas e divulgando flyers lindos com o título: ‘Venha para o Dia do Avivamento‘, ou algo muito parecido.

Como se algum humano terreno pudesse determinar quando o Avivamento de Deus virá ou não…

Não posso e nem quero que sejamos hipócritas a ponto de pecar contra os irmãos que fazem isto, pois é bem verdade que muitos o fazem por ordem direta de Deus!

Porém, a grande maioria usa do termo avivamento a fim de trazer (atrair) números à igreja sem Deus ter lhes falado nada!

O que significa o termo Avivamento segundo a Bíblia?

Amado, entenda que um avivamento bíblico e genuíno não é ação da igreja, mas de Deus. Ou seja, é obra soberana e livre do Espírito Santo.

Portanto, a igreja não promove e nem faz avivamento – não se pode agendar e nem programar o avivamento!

O que a igreja pode fazer para que Deus responda com grande Avivamento?

É simples. Tudo que a igreja pode fazer é buscar o avivamento e preparar o caminho para a sua chegada.

Igreja alguma produz o vento do Espírito; ela só pode içar suas velas em direção a este vento.

É muito importante lhe dizer que a soberania de Deus, no entanto, não anula a responsabilidade humana, até porque o avivamento jamais virá se a igreja não preparar o caminho ao Senhor.

Um avivamento genuíno jamais acontecerá se a igreja não se humilhar! Sem oração as chuvas torrenciais de Deus não descerão, quero dizer que sem busca não há encontro.

Contudo, quem determina quando e como virá o avivamento é Deus, pois Ele é soberano!

Avivamento NÃO é emocionalismo momentâneo.

Muitos crentes ainda confundem avivamento com “forma de culto”, com uma liturgia mais animada ou talvez com coreografia e instrumental luxuoso.

O louvor e adoração que o Senhor requer de nós não é encenação, não é mimetismo e nem emocionalismo.

Adoração em espírito e verdade não se trata de seguir fórmulas pré-estabelecidas como bater palmas, dizer aleluia, amém e levantar as mãos.

Claro que não sou contra o fogo do Espírito ser tão forte no cristão a ponto do homem expressar isso em seu corpo, mas a verdade é que louvor não é sinônimo de animação, gingos e dança.

Até porque louvor que apenas levanta as suas mãos para o alto, mas não as estende para o necessitado não agrada a Deus!

Louvor que saltita e pula, mas não vive em santidade, é na verdade, ofensa ao Papai!

Avivamento NÃO é emocionalismo momentâneo.

Hoje estamos vivendo a época dos shows evangélicos, dos showman, dos animadores de programas religiosos, dos “ritmos evangélicos”, das músicas badaladas por seu ritmo sensual…

A música do mundo tem entrado nas igrejas, para vergonha e derrota nossa…

O louvor que agrada a Deus é expresso em espírito e em verdade, do contrário o louvor que não é bíblico não passa de fogo estranho ao Senhor.

Avivamento NÃO é eclosão de dons e sinais.

Muitos limitam o verdadeiro avivamento a milagres, curas e exorcismos, sem levar em conta a abrangência global da doutrina do Espírito.

Isso é bastante temerário, pois toda vez que super enfatizamos uma verdade em detrimento de outra, produzimos deformações e distorções na mesma.

Deus pode e faz muitas maravilhas, curas, e prodígios em meio a uma atmosfera profética e avivada, porém o avivamento bíblico está muito acima disso!

Tenho notado que a igreja de hoje anda correndo mais atrás de sinais do que de santidade, anseia mais as bênçãos de Deus do que o Deus das bênçãos.

Entretanto, esse não é o cerne do avivamento!

É verdade que, em épocas de avivamento, buscam-se os dons, cujo exercício visa a glória de Deus e à edificação da igreja, mas a ênfase carismática não é sinônimo de avivamento bíblico.

Avivamento NÃO é superespiritualização da vida.

Muitas pessoas, em busca de avivamento em sua vida pessoal, saem da realidade humana e enclausuram-se nos castelos inexpugnáveis de uma espiritualidade isolada e monástica.

Tornam-se tão “espirituais” que não sabem mais conviver com a vida, isolam-se, fazem do dia a dia uma caverna de fuga.

Querem sair do mundo em vez de serem guardados no mundo!

Parece que deduzem que Deus só se interessa pelas coisas espirituais, que Ele só atenta para as coisas que se fazem na igreja e não atribui aos negócios, à família e à vida humana o mesmo valor.

Esta não é a visão bíblica de um verdadeiro avivamento.

O grande avivalista John Wesley, ao mesmo tempo em que pregava sobre avivamento, lutava pelas causas sociais na Inglaterra.

O que dizer de Finney que foi o maior avivalista do seu país, mas pregou ardorosamente contra a escravidão nos EUA no século passado…

João Calvino por sua vez atacou com veemência os juros extorsivos em Genebra!

O avivamento traz profundas mudanças políticas, econômicas, sociais e morais. Um avivamento quando bíblico não leva a igreja à fuga, mas ao confronto.

Afinal, o que é Avivamento Bíblico?

Quando aceitamos Jesus, nos transformamos em uma nova criatura. No entanto, é natural, devido à rotina diária, ficarmos cansados e nos distrairmos com as coisas mundanas.

Com isso, desviamos o foco do que é realmente importante e, muitas vezes, passamos a agir mecanicamente. Por exemplo:

  • Vamos à Igreja, mas não estamos de fato lá.
  • Oramos, mas não falamos com Deus. 
  • Lemos a Bíblia, mas não procuramos ouvir o que o Senhor nos diz por meio dela.

Enfim, é como se estivéssemos espiritualmente mortos e é aqui que entra a necessidade de um avivamento!

Em Apocalipse 3:1,3, entendemos que em Sardes havia uma igreja que os homens julgavam estar viva.

Contudo, o Senhor, que conhece o coração de cada um, sabia o que estava acontecendo e a convidou ao arrependimento.

São nesses momentos de morte espiritual que caímos no pecado (garras do Diabo) e, como consequência, nos tornamos infelizes!

Essas situações nos levam à necessidade de voltar à vida, de um avivamento, de um soprar do Espírito Santo para reacender a chama da vontade de cumprir o “ide”, de viver em santidade e cumprir a vontade de Deus.

Resumidamente, podemos afirmar que avivamento bíblico é quando Deus pega aquilo que está morto (até parece estar vivo aos olhos humanos) e derrama vida em abundância!

Podemos aplicar esse avivamento de Deus à nossa vida pessoal, ministerial, financeira, emocional, conjugal, etc!

Minha oração é que hoje o Senhor gere nova vida a tudo aquilo que o inimigo dizia que já estava morto/perdido em sua vida.

O que acontece quando um Avivamento Genuino vem ao nosso encontro?

Continua após a publicidade

De uma vez por todas você precisa saber a diferença entre um culto, uma igreja ou uma pessoa avivada e outra ‘animada’…

Você está prestes a saber como discernir o ‘vivo aos olhos de Deus’ do ‘vivo aos olhos humanos’!

E como Tyago? – Simples, olhando os frutos de cada um. Abaixo vou exemplificar melhor:

A questão é essa: como saberemos se fomos avivados? Qual será a evidência de um genuíno avivamento em algo ou alguém?

O que acontece quando um Avivamento Genuino vem ao nosso encontro

Observe que quando um homem se casa com uma mulher, ele dá algumas evidências (conscientes e inconscientes) de que ele agora é casado.

Algo está errado, se uma mulher ou um homem lhe diz que nada mudou em suas vidas após o casamento.

As mudanças mais simples e notórias são:

  • Presença de alianças de casamento no dedo de cada um;
  • Mudança de hobbies e passatempos (o homem já não joga tanta bola e a mulher já não sai tanto com as amigas, etc);
  • As expressões de amor um pelo outro.

Pois bem, eu acredito que, da mesma forma, haverá alguma evidência quando uma pessoa ou uma igreja experimentar um avivamento bíblico.

Nossas vidas não serão as mesmas no dia seguinte após o avivamento.Se nada mudou, então o que aconteceu NÃO foi um avivamento genuíno!

A seguir vamos observar alguns pensamentos sobre as evidências de um avivamento biblicamente correto.

Quando avivados, teremos uma nova atitude.

Você sabe o que de fato é atitude?

De maneira resumida podemos dizer que atitude é nossa posição mental, física e espiritual em relação à algo.

Ou seja, certa pessoa age de maneira A e sua resposta a maneira como ela agiu contigo se dá em tomar atitude B.

Um crente, uma igreja, ou o que seja, quando recebe um toque do céu e é avivado (biblicamente falando) tem atitudes drasticamente diferentes das mundanas.

As atitudes mudam em relação a Deus.

Ao experimentar de Seu avivamento, à maneira como vemos Deus muda. Percebemos que, de fato, Ele é muito mais do que apenas uma “força” ou “poder”.

Então Deus se tornará menos distante e mais pessoal!

As atitudes mudam em relação aos outros crentes.

Quando experimentamos o verdadeiro avivamento do Senhor, nós inconscientemente substituímos o termo ‘eles’ e passamos a usar ‘nós’.

Porque debaixo de um avivamento vindo do Papai percebemos que temos muitos irmãos! Reconheceremos a nossa necessidade de outros crentes e sua necessidade para conosco.

As atitudes mudam em relação ao perdido.

O que vemos quando olhamos para os perdidos revela o que já nos foi revelado ao olhar para o céu.

Você já se perguntou como Deus olha para os perdidos? E você como os vê?

Alguns veem como pessoas a serem evitadas, mas devemos ver almas que estão morrendo e a caminho de uma eternidade sem Cristo.

Quando experimentamos o avivamento bíblico nosso olhar e nossas atitudes referente as ovelhas distantes do Bom Pastor tem de ser mudado!

Quando avivados, teremos uma nova determinação.

Determinação é a certeza íntima de direcionamento do Senhor. 

Ser determinado é ter metas claras e definidas e uma convicção plena de que irá alcançá-las. 

Recordo que enquanto Pedro caminhava sobre as águas do mar da Galiléia olhando (determinado) para Jesus, tudo corria bem…

Mas quando Pedro desviou os seus olhos do Mestre e observou a força do vento, começou a afundar-se no mar. (Leia Mateus 14: 29,30).

Determinação para ser consistente.

Meditando e conversando com o Senhor sobre avivamento, e, lembrando que Paulo (um grande avivalista no novo testamento) se considerava um atleta de Cristo, perguntei ao Senhor o que faz um atleta vencer uma corrida? Qual a estratégia?

E fui ministrado de que o atleta vencedor de uma carreira nem sempre é aquele que corre mais rápido – na maioria das vezes é aquele que é constante na caminhada.

Muitos cristãos hoje começam a corrida do jeito certo e com as ferramentas certas, mas todas as forças são concentradas no início de sua caminhada.

Começam muito bem, mas após alguns anos, meses e até mesmo dias desistem da carreira ou reduzem drasticamente a velocidade…

Quando o avivamento vem é como se fosse injetado em nosso espírito novas doses de determinação e constância para vencermos a corrida.

Determinação para servir o Senhor.

Após um avivamento bíblico é impossível não servir voluntariamente e com alegria ao Senhor!

Nesse momento desejamos agradar mais e mais ao Pai através do nosso serviço a Ele. 

Quando avivados, teremos um novo entusiasmo.

Devemos ter entusiasmo para buscar a Deus todos os dias e glorificar teu santo nome.

Quando faltam entusiasmo em nossas vidas, ficamos distante da presença de Deus, ou sem ânimo.

É por isso que precisamos de “doses constantes de avivamento”, para que a nossa fé continue sempre ligada no Senhor.

Entusiasmo em relação à nossa fé.

Se o puro evangelho (aquilo que Jesus fez por nós) já não lhe deixa entusiasmado como antes, você então necessita urgente buscar avivamento do Senhor.

Entusiasmo em relação ao futuro e fé em relação ao presente.

Um crente genuinamente avivado sabe que existe um futuro brilhante à espera dos filhos de Deus.

A própria bíblia declara que estamos à beira de um novo milênio.

Mas o lindo é que à medida que o avivamento de Deus faz crescer nosso entusiasmo pelo céu (futuro), esse anseio nos permite pela fé viver um pedacinho dele aqui na terra (presente).

O que é Avivamento?

Conclusão breve do que, de fato é Avivamento?

Se existe um objetivo número 1 em meu coração ao escrever este artigo, o mesmo é que você saia daqui sabendo de fato o que é avivamento.

Aqui vai uma chave: “Não se pode buscar e nem viver aquilo que se desconhece!”

Portanto, se você deseja experimentar diariamente um avivamento bíblico precisa entender e saber claramente o que é avivamento.

Vou recapitular todo o conceito, ok? 

No dicionário Aurélio, avivamento é definido como o ato ou efeito de avivar – tornar mais vivo, mais nítido, cobrar ânimo ou ficar intenso.

Mas o que avivamento significa dentro do contexto que vivemos – a igreja de Jesus?

  • O avivamento nos fala de “retornar”!

Não tornarás a vivificar-nos, para que o teu povo se alegre em ti?

Salmos 85: 6

Este texto nos indica a ideia da necessidade de uma recuperação, nos fala de sairmos de um estado de apatia e inércia, para uma vida de alegria e significado.

  • O avivamento nos fala de “restaurar”!

Senhor, restaura-nos, assim como enches o leito dos ribeiros no deserto.

Salmos 126: 4

O avivamento restaura verdades, restaura aquilo que um dia cremos (nossa doutrina), e vivemos (nossa prática), mas que por alguma razão abandonamos ao total desapreço.

Portanto o avivamento é uma recuperação daquilo que está esquecido ou obscurecido.

  • O avivamento nos fala de “restituir”!

Torna a dar-me a alegria da tua salvação, e sustém-me com um espírito voluntário.

Salmos 51: 12

O avivamento nada mais é do que a volta de uma vida de credibilidade! 

Isto é mais que grandes concentrações, mais que “êxtase pentecostal”, mais que uma experiência com o sobrenatural.

Avivamento é uma operação do Espírito de Deus, entre seu povo, é Deus agindo em sua igreja. 

Tyago Rodrigues
Me chamo Tyago Rodrigues e sou totalmente apaixonado pelo reino de Deus e sua obra! O que queima em meu coração? Levar o Evangelho libertador às pessoas, através do ensino da Palavra de Deus, e é isso que tenho feito!