Pregação sobre o Paralítico do Tanque de Betesda

Por Tyago Rodrigues 7 Min de Leitura

Hoje, embarcaremos em uma jornada espiritual profunda enquanto exploramos a passagem do Paralítico do Tanque de Betesda em João 5:1-9.

Essa pregação sobre esse texto bíblico tem o propósito de fortalecer nossa fé e nos preparar para compartilhar essa historia da Palavra de Deus com nossas congregações.

Aliás, o Paralítico do Tanque de Betesda é um relato fascinante das Escrituras, que nos apresenta a incrível graça e poder de nosso Senhor.

Pregação sobre o Paralítico do Tanque de Betesda

Introdução

“Estava ali um homem enfermo havia trinta e oito anos. Jesus, vendo-o deitado e sabendo que estava assim havia muito tempo, perguntou: Você quer ser curado?
O enfermo respondeu: Senhor, não tenho ninguém que me ponha no tanque, quando a água é agitada. Quando tento entrar, outro enfermo chega antes de mim.
Então Jesus lhe disse: Levante-se, pegue o seu leito e ande. Imediatamente o homem se viu curado e, pegando o leito, começou a andar. E aquele dia era sábado.”

 João 5:1-9

No livro de João capitulo 5 e versículos de 1-9, encontramos a história emocionante da cura de um paralítico junto ao tanque de Betesda.

Essa narrativa é uma das mais comoventes e amplamente pregadas na Bíblia, devido ao profundo significado que carrega.

- Publicidade -

Esta história nos fornece revelações poderosas que podem ser aplicadas à busca de bênçãos divinas e ao relacionamento com Deus nos dias atuais.

Baseado nesta passagem, hoje veremos que existem 2 tipos distintos de multidões que buscam alguma benção do Senhor Jesus.

A multidão com a Mentalidade do Tanque de Betesda

O Tanque de Betesda simboliza um lugar de formalismo religioso, onde uma multidão de pessoas aguardava que algo extraordinário acontecesse para mudar suas vidas.

Essas pessoas eram guiadas pela superstição, esperando por um anjo que agitaria a água e concederia a bênção apenas ao primeiro a entrar no tanque.

Dentre essa multidão algumas atitudes e sentimentos reinavam, quero destacar esses sentimentos a seguir:

- Publicidade -

Egoísmo

⁴ Porquanto um anjo descia em certo tempo ao tanque, e agitava a água; e o primeiro que ali descia, depois do movimento da água, sarava de qualquer enfermidade que tivesse.

João 5:4

Dentro desta multidão, o egoísmo imperava, já que apenas o primeiro a entrar no tanque era curado.

Com Cristo, no entanto, as bênçãos estão disponíveis para todos, independentemente de quem chegar primeiro.

Comodismo

³ Nestes jazia grande multidão de enfermos, cegos, mancos e ressicados, esperando o movimento da água.

João 5:3

Muitos na multidão permaneciam inativos e indiferentes, esperando passivamente que algo acontecesse.

Mas as Escrituras nos exortam a buscar ativamente o que precisamos e a não esperar por movimentos mágicos.

Deus nos incentiva a agir e não apenas a esperar!

Favoritismo

⁷ O enfermo respondeu-lhe: Senhor, não tenho homem algum que, quando a água é agitada, me ponha no tanque; mas, enquanto eu vou, desce outro antes de mim.

João 5:7

Alguns, mais abastados, podiam pagar para que outras pessoas os lançassem na água no momento certo.

No entanto, Jesus não faz distinção de classe social ao conceder Suas bênçãos. Ele abençoa com base na fé e na necessidade, não na posição social.

Frustação

⁵ E estava ali um homem que, havia trinta e oito anos, se achava enfermo.

João 5:5

O paralítico que estava ali por 38 anos representava a triste realidade da frustração, esperando em vão por uma cura.

Com o tempo, os amigos se afastaram e os familiares perderam a disposição de ajudar. A solidão, nesse contexto, se tornou um inimigo implacável, uma força que mina a esperança e a resiliência.

A multidão que segue Jesus

Seguir Jesus implica em buscar crescimento espiritual diariamente, alimentando-se da Palavra de Deus e renovando nossa mente.

- Publicidade -

Por isso precisamos ser humildes para reconhecer que somos pecadores e 100% dependentes de Deus. 

Deus opera milagres, faz maravilhas, atende orações, age poderosamente em favor dos homens, mas, qual o propósito dos milagres? Por que Deus os realiza?

O propósito dos feitos de Deus é revelar o caminho. O Senhor nos atrai mediante seus feitos, e quando chegamos a Ele, nos mostra o seu caminho.

No ministério de Jesus vemos isto acontecendo. Seus milagres atraiam a multidão, e então Jesus ensinava a esta multidão os caminhos de Deus.

O Paralitico estava no local errado e com a multidão errada mas Jesus o Resgatou

A história do paralítico em Betesda é um exemplo marcante de como Jesus foi além das limitações e expectativas convencionais.

Mesmo que o paralítico estivesse no lugar errado e cercado por uma multidão que estava buscando cura através de métodos supersticiosos e rituais, Jesus se aproximou dele com compaixão e amor.

Isso enfatiza o caráter inclusivo de Jesus e Sua disposição de ajudar aqueles que mais precisam, independentemente de sua situação ou localização.

Essa compreensão ressalta a mensagem central de que a graça e o amor de Jesus transcendem as limitações humanas e religiosas, estendendo-se a todos que buscam Sua ajuda e redenção.

Uma Pergunta Crucial: “Queres ser Curado?”

A pergunta de Jesus, “Queres ser curado?”, pode parecer inadequada à primeira vista, dado o estado debilitado do paralítico.

No entanto, essa pergunta foi feita com um propósito: reacender a fé do homem que há muito tempo ansiava pela cura.

- Publicidade -

Em nossa relação com Cristo, é essencial que expressemos claramente nossas necessidades e desejos, pois, às vezes, nossos corações podem ter dificuldade em comunicar o que realmente almejamos.

Compartilhe Este Artigo
Follow:
Me chamo Tyago Rodrigues e sou totalmente apaixonado pelo reino de Deus e sua obra! O que queima em meu coração? Levar o Evangelho libertador às pessoas, através do ensino da Palavra de Deus, e é isso que tenho feito!
2 Comentários