Continua após a publicidade...

Hoje, trago para vocês um estudo e esboço de pregação inspirador sobre missões baseado na frase bíblica de Jesus: “O obreiro é Digno do seu Salário”.

Neste post, iremos dar um mergulho profundo nessa passagem bíblica que aborda a importância da fé do obreiro para a provisão de recursos por parte do Senhor.

Vamos explorar o significado por trás dessas palavras sagradas, desvendando o propósito divino e seu impacto em nossas vidas como fiéis seguidores de Cristo.

Continua após a publicidade...

Preparados para aprofundar nosso entendimento e fortalecer nossa fé na missão que Deus nos confiou? Então, vamos juntos nessa jornada de aprendizado e inspiração!


ESPAÇO DO PREGADOR

Continua após a publicidade...

Caso você não esteja interessado em ministrar essa mensagem por favor pule este pequeno campo.

Esboço de pregação sobre Missões

Esboço de pregação sobre Missões

Tema: Deus garante os recursos necessarios para a missão!

Continua após a publicidade...

Objetivo: Capacitar, encorajar, ensinar e engajar o corpo de Cristo a trabalhar junto com Ele nas missões, seja indo pessoalmente, enviando ofertas ou orando.

Texto base: Mateus 10:8-13

⁸ Curai os enfermos, limpai os leprosos, ressuscitai os mortos, expulsai os demônios; de graça recebestes, de graça dai.
⁹ Não possuais ouro, nem prata, nem cobre, em vossos cintos,
¹⁰ Nem alforges para o caminho, nem duas túnicas, nem alparcas, nem bordões; porque digno é o operário do seu alimento.
¹¹ E, em qualquer cidade ou aldeia em que entrardes, procurai saber quem nela seja digno, e hospedai-vos aí, até que vos retireis.
¹² E, quando entrardes nalguma casa, saudai-a;
¹³ E, se a casa for digna, desça sobre ela a vossa paz; mas, se não for digna, torne para vós a vossa paz.


Introdução

Em tempos de dificuldades econômicas, muitos usam a falta de dinheiro e recursos financeiros como justificativa para não se comprometerem com a obra missionária.

No entanto, Jesus deixou claro que o dinheiro não deveria ser um obstáculo para a evangelização pois digno é o obreiro de seu salario.

Mas o que será que o Mestre quis dizer com isto?

Hoje vamos abordar todo o contexto que envolve a passagem. Pois aqui Jesus nos ensinou pelo menos quatro princípios que mostram que Deus é o provedor da obra evangelística.

I. O benefício da evangelização está pago por Deus (vs. 8)

A bíblia diz: ‘de graça recebestes, de graça dai‘, ou seja, aqui Jesus nos lembra que o benefício da evangelização já foi pago por Ele na cruz do Calvário.

Na cruz foi onde Jesus satisfez a justiça de Deus, rasgou o escrito de dívida que pesava contra todos os seres humanos.

Nesse contexto, Jesus estava enfatizando a importância da generosidade e do desapego material na obra do ministério.

Ele estava ensinando que os discípulos deveriam compartilhar livremente a mensagem do Reino sem buscar benefícios pessoais ou recompensas materiais.

Essa orientação é fundamental para nos lembrar que o verdadeiro serviço a Deus deve ser movido pelo amor e pela compaixão pelas pessoas, e não pelo interesse egoísta de ganho financeiro.

II. O salario do obreiro da seara é responsabilidade de Deus (vs. 9)

Precisamos entender que o pagamento dos obreiros da seara é de responsabilidade do Senhor, porem é responsabilidade do servo do Senhor cooperar com Ele para que isso aconteça.

O milagre da multiplicação dos pães e peixes demonstra que, quando nos dispomos a contribuir para o reino de Deus, Ele é quem supre todas as nossas necessidades.

Isto enfatiza que ninguém pode doar ao reino de Deus e ficar com menos do que possuía antes de doar. 

Deus não transfere suas dívidas a terceiros, e aqueles que se dedicam à Sua obra são recompensados abundantemente.

A recomendação de Jesus aos seus discípulos foi para que não levassem seus bens e poupanças para o campo missionário, pois Deus sabe da dignidade do trabalhador e sabe remunerar aqueles que são seus.

Digno é o obreiro do seu Salario

III. Digno é o obreiro do seu Salario (vs. 10)

Essa simples afirmação traz consigo um princípio profundo e crucial para todos nós.

Deus nos chama para sermos obreiros em Sua vinha, e Ele nos garante que temos o direito e a justa expectativa de receber o nosso sustento enquanto servimos fielmente a Ele.

Queridos, não há espaço para dúvidas ou incertezas aqui. Não precisamos nos envergonhar ao falar sobre isso.

Pois a Palavra do Senhor é clara: digno é o obreiro do seu salário!

Isso significa que, como servos do Senhor, precisamos nos preocupar apenas em cumprir a vontade de Deus, pois Ele mesmo é quem nos recompensa com o nosso sustento.

Creia, enquanto você serve a Cristo, Ele te dará estratégias para pescar os recursos necessários e/ou mandara se necessário até um corvo para lhe abençoar.

IV. Os recursos para a evangelização são providenciados por Deus (vs. 12-13)

Aqueles que se preocupam com questões materiais estão agindo como os gentios, servindo a dois senhores.

No entanto, quando buscamos em primeiro lugar o reino de Deus e Sua justiça, Ele supre todas as nossas necessidades.

A abertura de casas para os discípulos, conforme eles proclamam a boa notícia do reino, é um exemplo de como Deus cuida daqueles que se dedicam à Sua obra.

Mas isso não significa que não devemos ser diligentes, trabalhar ou aceitar a oferta e apoio da comunidade de fé.

Pelo contrário, é uma combinação de confiar na provisão divina e trabalhar em cooperação com Deus e Seu povo.

Argumentação:

O ensinamento de Jesus é um encorajamento para que os discípulos da atualidade confiem na provisão divina durante o trabalho missionário.

A falta de recursos financeiros não deve ser uma desculpa para a inatividade ou o descomprometimento com a obra de evangelização.

Devemos confiar que Deus é capaz de prover tudo o que é necessário para cumprir Sua missão.

Aliás, a obra do Senhor quando feita segundo Sua vontade jamais terá falta de recursos.

Conclusão do esboço:

A obra missionária é uma tarefa nobre e essencial para a propagação do evangelho.

Através dos ensinamentos de Jesus, aprendemos que o dinheiro não é um obstáculo intransponível para a evangelização.

Deus é o provedor e sustentador daqueles que se dedicam a Sua obra, e a confiança nessa provisão divina é fundamental para avançarmos na propagação do reino de Deus.

Sobre o Autor

Tyago Rodrigues
Tyago Rodrigues

Me chamo Tyago Rodrigues e sou totalmente apaixonado pelo reino de Deus e sua obra! O que queima em meu coração? Levar o Evangelho libertador às pessoas, através do ensino da Palavra de Deus, e é isso que tenho feito!

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *