Na terceira bem aventurança do sermão da montanha, vemos Jesus afirmar que, de fato, são bem aventurados os mansos e humildes de coração.

Bem Aventurados os Mansos e Humildes de Coração

E quando ele profere, tanto esta quanto todas as outras bem aventuranças, ele está falando do que lhe é próprio. Ou seja, todas as nove características apresentadas no sermão da montanha, ele possui.

Elas são nada mais que um convite a sermos como ele é, aliás, em Mateus capítulo 11:29 ele diz: “Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração”. 

Essas bem aventuranças são parte do jugo de Jesus, as quais devemos tomar sobre nós.

Entretanto, no estudo de hoje vamos nos concentrar no real significado do que é ser manso e humilde de coração segundo Jesus, segundo o Evangelho.

A compreensão dessa bem aventurança é muito importante para que entendamos a dimensão desse convite. Portanto, leia com bastante atenção. Vamos começar?

Me permita interromper sua leitura por um instante:


VOCÊ GOSTARIA DE ESTUDAR TEOLOGIA DE SUA CASA, E SEM MENSALIDADES?

Conheça o programa que está detonando as faculdades tradicionais, o programa Teologia Para Todos. 

Nele você pode estudar teologia através de vídeo-aulas no seu computador, tablet ou celular, fazendo seu próprio horário.

Então, se você deseja estar preparado para a obra de Deus e ser um teólogo altamente qualificado, faz o seguinte: participe do programa e junte-se aos mais de 20.634 mil alunos. Quero conhecer o programa.

Bem aventurados os mansos e humildes de coração

A palavra Manso é um adjetivo que pode descrever uma pessoa como sendo calma, de temperamento fácil, tranquila e amigável.

Pode ser entendido, também, como algo que não representa nenhum risco a ninguém. Basicamente, estes são os significados para a palavra manso no senso comum.

Contudo, no Evangelho esta palavra ganha um sentido muito maior, e descreve perfeitamente o que Jesus é por natureza, e o que ele nos convida a ser (Manso e humilde de coração).

Sem essa mansidão não há encarnação do evangelho em nós, porque ela é fruto do amor e de nossa conversão.

O que é ser manso e humilde de coração segundo o Evangelho?

No Evangelho, ser manso e humilde de coração tem a ver com domínio próprio, que aliás, é uma das virtudes mais difíceis de se desenvolver no ser humano.

Isso porque ter domínio próprio exige de nós uma disciplina tal, a ponto de não nos permitirmos nenhuma concessão a darmos desculpas para os nossos vacilos premeditados.

Vou deixar mais claro. O domínio próprio consiste na decisão de não fazer algo prejudicial a os outros, quando se tem todo poder e até razão para faze-lo.

Esse é o poder do autocontrole, porque controlar os outros é fácil, difícil é controlar a si mesmo. Difícil é segurar as próprias rédeas.

Porque o homem é ótimo em controlar os outros; é ótimo em adestrar até os animais mais ferozes da terra, no entanto, pouco domínio tem sobre si.

Esse é o desafio para o qual Jesus nos chama, e quando ele diz bem aventurados os mansos e humildes de coração, diz porque os mesmos escolheram ser.

Ser manso e humilde de coração é possuir um poder extraordinário sobre muita coisa, e não se deixar dominar pela insanidade, mantendo o domínio.

E isso é uma manutenção diária crescente, ou seja nunca para. E assim vai desenvolvendo a capacidade de se controlar, aonde tem poder de arrebentar com tudo.

O desafio de ser manso e humilde de coração

Não pense que ser manso é fácil porque não é. O processo de nos tornarmos mansos deve ser um exercício diário, para que o novo homem não deixe o velho ressuscitar.

Uma das maiores características do novo homem é o domínio próprio. E agora, mesmo coberto de razão ele não grita, não aponta, não quebra.

Agora, mesmo tendo poder sobre os outros, não se aproveita desse privilegio para dar ocasião à perversidade.

Não porque não pode, não porque tem medo, mas porque escolheu fazer diferente. Escolheu dominar seu ego, escolheu ser manso.

Quem é manso, dificilmente se enche de razão, mas se cala quando todos estão gritando.

Outrossim, ser manso é se submeter ao evangelho, não como se submetem muitos cristãos, que na maiorias das vezes se submetem pelo medo, pelo juízo.

Não, quando atingimos a qualidade de manso e humilde de coração, nos submetemos ao evangelho pela escolha consciente, dando sempre razão a Deus.

Como acontece com o animal brabo, que depois de um adestramento se torna manso e submisso ao seu dono. No nosso caso, não nos tornamos mansos por adestramento e sim por consciência.

E agora porque somos conscientes da verdade do evangelho, escolhemos nos submeter a Deus.

Porque Jesus parabenizou mansos e humildes de coração

Bem aventurados os mansos porque eles não “rodam a baiana”, não se iram facilmente, não pagam o mal com o mal, mas se controlam, preservando a sanidade.

O manso não se deixa sequestrar por qualquer provocação que venha da parte de alguém, isso é domínio próprio.

Ele não se precipita em suas palavras, mas está sempre pronto a ouvir, ainda que seja de uma criança.

Manso e humilde de coração é alguém que se coloca na condição de servo, mesmo que seja mestre. Quem quer que queira servir a Jesus, precisa se tornar manso, ensinável e submisso por escolha própria.

Essa é a dimensão das bem aventuranças. Por isso são bem aventurados os mansos, por isso são bem aventurados os pobres de espírito. Por isso são bem aventurados os que choram, e por isso são bem aventurados os misericordiosos.

Como me tornar uma pessoa mansa e misericordiosa?

Todo homem está preparado para ser manso e misericordioso a hora que quiser porque no evangelho tudo é decisão.

A gente não tem que orar a Deus para ser manso e humilde de coração, NÃO, temos que escolher ser mansos e fazer acontecer na prática.

Por isso, aquele que gostava de abusar de seu poder sobre os outros, agora escolhe o oposto. Aquele que se ofendia facilmente e perdia a linha muito fácil, agora se mantem firme e calmo.

Aquele marido que batia na mulher por seja qual fosse o motivo, agora reconhece que deve respeita-la.

E tudo isso só pode ser adquirido com a prática, não existe mágica, não existe oração para se tornar manso e humilde de coração.

O que existe é decisão, querer ou não querer. Quem faz oração para se tornar manso não procura mansidão, procura mágica, porque é  a prática do dia a dia que vai fazer você vencer-se de si mesmo.

Quer se tornar manso e humilde de coração? Pratique o domínio próprio em todas as áreas da vida.

Repito, mansidão vem do exercício da disciplina diária, até que se tenha controle sobre si. Por isso não é fácil, e não vem de bandeja.

Quando Jesus diz que a porta é estreita, ele não está exagerando, porque de fato o é.

Assim, essa afirmação de Jesus quando diz, bem aventurados os mansos e humildes de coração, podemos encarar também como um elogio da parte dele.

Isso porque ele sabe que é uma escolha difícil, um caminho árduo e pouco percorrido. Por isso, todos que escolhem andar por esse caminho são bem aventurados.

Resumo

O processo de se tornar manso e humilde de coração se dá pela prática no dia a dia, por meio de escolhas conscientes.

Todos os que procuram ter domínio próprio estão passando pelo caminho da mansidão. É um caminho, e o caminho precisa ser percorrido para se chegar do outro lado.

Não espere por um milagre para se tornar manso, porque não existe mágica, existe escolha, decisão e consciência.

Aliás, Jesus nunca prometeu nos livrar desse caminho, e sim a caminhar conosco, então decida ser manso e seja. Pense nisso!

Powered by Rock Convert

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!