Bendigo o nome de Deus por dar-me claridade nestes estudos que assiduamente tenho feito, à luz da Bíblia, com afinco, e ajuda do Espírito Santo a respeito da morte física, morte espiritual e morte eterna.

Morte Física, Morte Espiritual e Morte Eterna│O que a Bíblia Realmente Ensina?

A maioria das pessoas quando pensa na morte pensa naquele momento em que a pessoa para de respirar, fica inanimada e é enterrada.

Esse é um dos tipos de morte, mas é importante que conheçamos todos os três tipos relatados na Bíblia para que tenhamos uma compreensão mais completa sobre ela.

Morte física

Esse é o tipo de morte mais conhecido: É quando o nosso espírito é separado do nosso corpo. Quando isso acontece nosso corpo fica inanimado e apodrece.

morte física não precisa de muita explicação para entendê-la. É a morte da carne onde a carne volta ao pó.

A Bíblia nos diz que esse tipo de morte foi consequência do pecado lá no jardim do Éden;

“No suor do rosto comerás o teu pão, até que tornes à terra, pois dela foste formado; porque tu és pó e ao pó tornarás.” (Gn 3. 19). 

Assim, todos os descendentes de Adão e Eva passam pela morte física, o que inclui cada um de nós. 

“Portanto, assim como por um só homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado, a morte, assim também a morte passou a todos os homens, porque todos pecaram.” (Rm 5. 12).

Morte espiritual

Esse tipo de morte é experimentada em vida. Mas como assim?

Eu explico: Isso acontece porque essa morte significa a separação espiritual de Deus. Sim, a Bíblia considera a pessoa sem Deus, morta espiritualmente.

Essa morte espiritual se dá por causa do pecado que reina em nossa vida. Sem Cristo todos estão nessa condição de morte espiritual. 

“Ele [Jesus Cristo] vos deu vida, estando vós mortos nos vossos delitos e pecados…” (Ef 2. 1). 

Como vemos no verso bíblico, todos estávamos mortos espiritualmente (separados de Deus pelo pecado).

Porém, essa condição de morte pode ser mudada pela graça de Deus, mediante a fé em Cristo, que é a nossa salvação: 

“Porque pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós; é dom de Deus” (Ef 2. 8). 

Sem receber essa graça pela fé, todos estão mortos espiritualmente diante de Deus.

Um exemplo  bíblico de morte espiritual está em Gênesis 3:23 e 24, na expulsão de Adão e Eva do paraíso.

Hoje, metade da humanidade está afastada de Deus, portanto morta espiritualmente.  Porém, a situação pode mudar, a pessoa pode passar da morte para a vida ao receber Jesus como seu único Salvador.

Morte eterna ou morte final

Essa é a morte mais terrível e é decorrente da morte espiritual. Ela também significa uma separação espiritual de Deus, mas dessa vez uma separação eterna.

Os que passarem por essa morte, que também é chamada de “segunda morte”, terão como destino final o local de tormentos eternos comumente chamado pela Bíblia de inferno e lago de fogo. 

“Então, a morte e o inferno foram lançados para dentro do lago de fogo. Esta é a segunda morte, o lago de fogo.” (Ap 20. 14). 

Os que passarão por essa morte serão todos os não-salvos condenados pela justa justiça de Deus no último dia. 

“Então, o Rei dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos.” (Mt 25. 41).

Confesso que o tema é bastante pesado, por isso, quero deixar uma palavra de esperança que nos mostra que se nos rendermos ao senhorio de Jesus Cristo, pela graça de Deus mediante a fé, somos justificados e não sofreremos a morte final, pelo contrário, gozaremos a vida eterna ao lado de Deus: 

“Disse-lhe Jesus: Eu sou a ressurreição e a vida. Quem crê em mim, ainda que morra, viverá…” (Jo 11. 25).

A falta de Deus no homem, é desesperador, insuportável e aqueles que tem este espaço preenchido pela comunhão com Deus tem paz, segurança e certeza que nenhuma morte poderá os destruir.

Eu tenho Cristo na minha vida como meu único Salvador e você? Paz do Senhor a todos.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!