Muito antes do nascimento de Jesus, o profeta Isaías havia o revelado como conselheiro maravilhoso, poderoso Deus, pai da eternidade e príncipe da paz

Mas afinal, o que esse título significa exatamente? E por que é importante para nós hoje?

Por que Jesus é chamado de Príncipe da Paz em Isaías 9: 6?

A palavra “príncipe”, de acordo com o dicionário, é “um nome que marca a dignidade de quem possui soberania no título; o governante de um principado ou estado.

”Jesus possui soberania e, ao receber o título de príncipe, Deus Pai lhe confere toda a dignidade que acompanha esse título.

Mas a palavra “príncipe” também designa o filho do rei. Assim, Deus nos lembra que Ele é o rei soberano que reina sobre a terra. 

Jesus é o príncipe da paz, o único capaz de lhe trazer a verdadeira paz.

Jesus disse: “ Deixo-lhes a paz; a minha paz lhes dou. Não a dou como o mundo a dá, não se perturbem os seus corações, nem tenham medo.” ( João 14:27 )

Jesus, o Príncipe da Paz revelado em Isaías 9: 6

Deus criou o mundo em perfeita harmonia. O pecado entrou no mundo e causou desarmonia. Agora temos destruição, medo, ódio e morte. 

Até a vinda do príncipe da paz nosso mundo não poderia ser restaurado ao ponto de harmonia novamente. Mas Deus tinha um plano perfeito…

Esse plano é de promessa e esperança. Deus enviaria Seu filho para salvar o mundo. É o sacrifício final. A morte de Jesus criou uma maneira de termos paz.

Jesus é nosso Conselheiro Maravilhoso, Deus Poderoso, Pai da eternidade, Príncipe da Paz.  Ele é realmente o maior presente que poderíamos receber. 

E o que mais me destaca é a paz.  

A palavra hebraica para paz é shalom , que era freqüentemente usada nas Escrituras Sagradas para se referir a um tempo de descanso entre grupos ou nações. 

Paz é saber que tudo ficará bem, mesmo quando a situação parecer desesperadora. 

Eu tenho esta paz de Deus porque Jesus veio e mudou minha vida. O mundo em que vivemos hoje pode não ser de paz. Mas nós temos Jesus e ele dá paz em nossos corações.

Por que Jesus é chamado de Príncipe da Paz em Isaías 9: 6?

Servimos ao príncipe da paz, não do caos 

O mundo frequentemente vê nosso Deus como qualquer coisa, menos pacífico. 

Eles apontam versículos no Antigo Testamento e os usam fora de contexto para fazê-lo parecer vingativo e odioso. Mas este NÃO é nosso Deus Pai! 

Ele é um Deus de paz e ordem. Simplesmente olhe para os frutos do Espírito … amor, alegria, paz, paciência … esses são os frutos do Espírito Santo trabalhando em nossas vidas, porque descrevem especificamente Sua natureza . 

E quando Deus enche nosso coração, Seus atributos se tornam aparentes em nossas vidas.

Pois Deus não é Deus de confusão, mas de paz… – 1 Coríntios 14:33

A missão de Cristo foi de trazer a paz ao mundo. A morte e ressurreição de Jesus sempre foram o plano. Deus desejava transformar nosso mundo caótico e odioso em um mundo cheio de Sua paz e amor. 

E referindo-se a Jesus como o Príncipe da Paz, falou à Sua missão. Ele seria o único a finalmente trazer a paz ao mundo.

Deus deseja transformar nosso mundo caótico e odioso em um mundo cheio de Sua paz e amor.

Jesus é verdadeiramente nosso príncipe da paz.

Jesus é a nossa paz

Com sua morte na cruz, Ele acabou o conflito que havia entre Deus e os homens, e também nos encheu de sua paz porque seu Espirito derramou paz em nossos corações.

O significado mais profundo e mais fundamental da paz é “a harmonia espiritual produzida por uma restauração de uma pessoa com Deus”.

No nosso estado pecaminoso, somos inimigos de Deus (Romanos 5:10). Mas Deus mostra seu amor para conosco, e ainda sendo pecadores, Cristo morreu por nós” (Romanos 5:8).

Por causa do sacrifício de Cristo, somos restaurados a uma relação de paz com Deus.

Esta é a paz profunda, que deve estar entre nossos corações e nosso Criador.

Entretanto, o sacrifício de Cristo proporciona mais para nós que simplesmente a paz eterna; também nos permite ter uma relação com o Espírito Santo, o ajudador que promete nos guiar (Joao 16:7, 13).

Ademais, o Espirito Santo se manifestará em nós nos fazendo viver em formas que não poderíamos viver por nossa própria conta, incluindo encher nossas vidas com amor, gozo e paz (Gálatas 5:22-23).

Este amor, gozo e paz, são os resultados da obra de Jesus, o príncipe da paz na vida do cristão.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!