Vencendo as Dificuldades - Estudo do Salmo 143

No Salmo 143, o Salmista Davi nos revela que seu coração está em pânico, são muitas as dificuldades, os problemas e objeções.

Em muitos momentos de nossas vidas ficamos assim. São tantas tribulações, adversários e processos…

Porem em certeza lhe digo: não desperdice esse momento difícil que você está vivendo. Ele não será em vão. Enquanto você enxerga apenas a dificuldades Deus lhe da a oportunidade!

O ‘problema‘ é lugar de encontro com Deus, de experiência novas, amadurecimento, de concerto e de respostas de oração, por isso não desperdice o seu problema.

As dificuldades e aflições de Davi

Mesmo Davi, que é chamado de “Um homem segundo o coração de Deus“, teve que passar pela dificuldade. E foi desse momento de sua vida que nasceu o salmo 143.

Vamos, então, meditar nos versos 1-6 deste salmo para que possamos encontrar ajuda para os momentos que passamos pelas dificuldades.

Não fique achando que você é o pior de todos porque está na dificuldade, em meio a aflições e turbulências. A razão é simples: você não sabe aonde Deus quer te levar com isso.

Esta é uma oportunidade de Deus para sua vida.

Então vamos observar quais foram as características do problema pelo qual Davi passou e quais foram os benefícios que a sua passagem por essa dificuldade lhe trouxeram.

O sofrimento em meio as Dificuldades

Os problemas não são nada confortáveis, por isso, e tão pouco desejáveis. Vejamos quais foram os sentimentos de Davi ao passar pelas dificuldades e aflições.

A )Versículo. 3 “pois o inimigo me tem perseguido a alma”:

Davi é perseguido por seus inimigos de forma que se sente à beira da morte. Seus inimigos estavam atarefados na tentativa de prejudicá-lo.

E o único destino que Davi enxerga é o sepulcro, um lugar onde não há luz nem vida alguma. É um lugar que parece não ter saída nem solução.

B )Versículo. 4 “O meu espírito se desanima”:

Por conta de seus inimigos, Davi perde todo o ânimo de viver e chega ao desespero.

C) Versículo. 7 “Apressa-te em responder-me, Senhor!”:

A sensação que o salmista tem é a de que Deus tinha escondido o seu rosto, enquanto ele precisava de uma imediata intervenção divina.

Parecia que Deus mantinha-se aparentemente indiferente, enquanto homens ímpios atacavam um inocente.

Agora veremos todas as recompensas de se passar pelas dificuldades.

A recompensa em meio os Problemas

Quais são as recompensas que fazem as aflições valerem a pena?

A ) O Premio do Arrependimento. Versículo. 2 – “Não leves o teu servo a julgamento”:

As dificuldades e aflições tratam os nossos pecados!!!

O salmista sentiu o seu pecado. Ele pede a Deus que não seja muito severo ao julgá-lo. Clama pela graça de Deus. Ele sabe que a misericórdia do Senhor é a causa de não sermos consumidos (Lm3:22).

E tudo o que nos leva a um relacionamento mais íntimo com Deus é uma dádiva, uma bênção!

B) O prêmio da Lembrança. Versículo. 5 – “Eu me recordo dos tempos antigos; considero o que as tuas mãos têm feito”:

Davi tinha muitas lembranças das histórias do que Deus tinha feito por Israel e das grandes coisas que Deus tinha feito por ele mesmo. Basta olhar para os diversos livramentos (O leão, o urso, Saul, etc!)

Ele se recordou do que a mão divina tinha feito em seu favor. Com isto, conseguiria ser envolvido pela grandeza divina e perceber que ainda algo grande lhe aconteceria.

Quando estamos em meio as dificuldades, precisamos de um novo encontro com o Senhor, por meio da lembranças dos seus grandes feitos por nós!

C ) O Prêmio do encontro Com Deus. Versículo. 6 – “Estendo as minhas mãos para ti; tenho sede de ti.”

Como Davi se sentiu?

Ele se sentiu como uma “terra sedenta, seco, solo ressequido, rachado, ansiando pelas chuvas refrescantes do céu “.

São sentimentos de quem está totalmente dependendo de Deus. Onde Deus é a única fonte que resta no mundo para seciar a minha sede.

A sua dificuldade vai te levar a um lugar de total dependência do Senhor!!!

Ele disse: “Estendo as minhas mãos”. os braços eram levantados com as palmas das mãos voltadas para cima.

Aquele era o gesto de um filho para o seu pai, de um homem necessitado que não tinha suprimento próprio, era o gesto de um homem dependente.

O que a bíblia diz sobre as dificuldades

1 – A dificuldade é um aprendizado. “Foi-me bom ter sido afligido, para que aprendesse os teus estatutos” (Salmo 119:71).

2 – Oportunidade de mais intimidade. “Com o ouvir dos meus ouvidos ouvi, mas agora te vêem os meus olhos” (Jó 42:5)

3 – Deus disciplina a quem considera filho. “Meu filho, não despreze a disciplina do Senhor, nem se magoe com a sua repreensão, pois o Senhor disciplina a quem ama, e castiga todo aquele a quem aceita como filho“. (Hebreus 12:5,6)

4 – A dificuldade endireita as nossas veredas. “Nenhuma disciplina parece ser motivo de alegria no momento, mas sim de tristeza. Mais tarde, porém, produz fruto de justiça e paz para aqueles que por ela foram exercitados. Portanto, fortaleçam as mãos enfraquecidas e os joelhos vacilantes. Façam caminhos retos para os seus pés, para que o manco não se desvie, mas antes seja curado.” (Hebreus 12:11-13)

5 – A dificuldade abate o nosso “eu” – O espinho na carne de Paulo para que o mesmo não se exaltasse (2 Co 12:7-10).

O que devemos fazer quando passamos pelas dificuldades

Então, seguindo o exemplo de Davi, o que devo fazer quando estou com problemas e aflições?

1 – Buscar a santificação. “segui a paz com todos e a santificação, sem a qual ninguém verá ao Senhor” (Hb 12:14)

Devemos aproveitar o momento em que estamos em meio a dificuldade:

– Descartar tudo aquilo que atrapalha a nossa comunhão com o Senhor;
– Colocar para longe todo pecado que antes tolerávamos;
– Dar uma faxina em nossa casa espiritual para que Espírito Santo possa reinar;
– Definir como o tempo de perdoar, de deixar as mágoas e fechar feridas abertas e chamar o filho, o marido, a esposa para ajustar os pontos e ter aquela conversa chata, mas que é absolutamente necessária quando estamos passando pelo vale. Para que Deus reine em nossa casa e passemos triunfantes pelo vale.

2 – Encher a minha mente com a Palavra de Deus. “Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai.” (Filipenses 4:8)

No lugar de encher a sua mente com preocupações, é hora de enchê-la com a Palavra de Deus. O salmista disse: “Lâmpada para os meus pés é tua palavra, e luz para o meu caminho.” (Sl 119:105)

– Jesus venceu pela Palavra, ele disse: “Não só de pão viverá o homem, mas de toda a palavra que sai da boca de Deus.” (Mt 4:4)

3 – Devo ser cheio Espírito Santo. “Não vos embriagueis com vinho… mas enchei-vos do Espírito Santo.”

– Esse texto significa que, assim como o vento estufa as velas do barco, empurrando-o para determinada direção, o Espírito Santo nos move e nos direciona para onde quer.
– Não há coisa melhor do que passar pelo vale estando cheio do Espírito Santo.
– Somos conduzidos a um lugar de vitória no Senhor!
– O próprio Davi sabia que o Espírito nos conduz até a Rocha mais alta. “Eleva-me para a rocha que é mais alta que eu” (Sl 61:2). Jesus é a Rocha e o céu está dizendo que a casa alicerçada na Rocha não será abalada!

Enfrentando as dificuldades com Deus

1 – Deus é o nosso refúgio em meio dificuldades: “Deus é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente na angústia.” (Sl 46:1)
2 – Elevo meus olhos para os montes: “Elevo os meus olhos para os montes; de onde me vem o socorro? O meu socorro vem do Senhor, que fez os céus e a terra.” (Sl 121:1,2)
3 – Em meio problemas você pode ter paz: “Tenho-vos dito isto, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo.” (João 16:33) salmo 143

Problemas e dificuldades são para santificação, ser forjado e lapidado por Deus. É lugar de sermos moldados por Deus até chegarmos a imagem do seu filho, parecidos com Cristo.

Powered by Rock Convert

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!