A nossa salvação é individual?

Segundo a Bíblia a nossa salvação é individual?

Muito se diz pelas igrejas a fora, que a salvação é individual e isso virou até um jargão cristão. Vamos discutir um pouco sobre esse assunto?

É comum entre nós cristãos ouvir dizer que a salvação é individual, e poucos param para pensar a respeito dessa afirmação.

Mas há um problema, afirmar isto pressupõe-se que a salvação é conquistada mediante o esforço de cada um individualmente.

Isto nos leva a um segundo problema: se é pelo esforço ou dedicação individual de cada um, já não é mais pela graça e sim pelas obras. 

“Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus. Não vem das obras, para que ninguém se glorie”. Efésios 2:8-9

A realidade do que se diz em Efésios 2:8-9, não dá para ser aplicada num modelo de salvação individual.

Muito menos a prática da igreja estará alinhada à doutrina da salvação pela graça pensando assim. Por isso a pergunta: Será que a nossa salvação é individual?

Se repete incessantemente que a salvação vem pela graça, mas pouco se crê que é de graça. Isso porque a igreja se acostumou com o altar de Caim, baseado em sacrifícios e barganhas.

Será que a nossa salvação é individual mesmo? 

Em primeiro lugar, ninguém vive sozinho, pode até morrer só, mas sozinho ninguém vive.

Precisamos uns dos outros e não fomos feitos para vivermos isolados. A igreja é uma unidade, um só corpo com vários membros.

O chamado de Jesus em nossas vidas se resumi a uma só coisa: ame a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a ti mesmo.

O próximo está diretamente ligado a tudo o que se diz respeito ao nosso desenvolvimento como cristãos.

A bíblia está repleta de textos indicando o importante papel que o próximo exerce em nossas vidas, especialmente no novo testamento.

Estamos aqui na terra como aprendizes, e nossa jornada se dá no convívio humano.

Quem não compreender que o próximo também somos nós e que nós mesmos estamos no próximo, dificilmente fará progressos humanos e espirituais. É no meu próximo que eu cresço e aprendo as coisas da vida.

Nele que eu me enxergo e é no meu próximo que pratico o amor e a caridade. É no meu próximo que me percebo como um ser limitado e carecido da graça divina.

Jesus nos ensina a andar em amor, ele mesmo escolheu ser amado no meu próximo. Portanto, quem não ama o próximo, também não ama a Deus.

É no próximo que aprendemos a amar, a enxergar a nós mesmos, a identificar nossas limitações e fraquezas. Será que a nossa salvação é individual?

O próximo somos nós, e quando o amamos, amamos a nós mesmos, quando o olhamos, olhamos para nós mesmos.

De modo que a salvação não pode ser individual e nem mesmo coletiva pode ser. A salvação é só graça, presente e favor de Deus. Ponto.

Porque pela graça sois salvos e isto não vem de vós

Quando compreendemos isso, admitimos que absolutamente ninguém merece ou pode conquistar a salvação, o Pai a dá de graça.

Essa história de salvação individual serve apenas para nos deixar mais arrogantes e prepotentes do que já somos.

É o velho costume de se barganhar com Deus, ninguém diz isto abertamente, mas na prática é assim que acontece. 

Tenta-se comprar Deus a todo custo; pelo bom comportamento, pela justiça própria, pelas obras, etc.

Então mede-se salvação pelo esforço que cada um faz. Quanto maior o esforço, mais merecedor da salvação é, logo, a salvação é individual. Ledo engano!

Não podemos fazer da nossa experiência pessoal com Deus um isolamento com relação aos demais. Somos todos uma unidade, um só corpo, e Cristo a cabeça.

Se fosse o contrário, Deus teria deixado só Adão aqui na terra. Será que a nossa salvação é individual?

O que aconteceria se a salvação fosse individual

Se a salvação fosse individual, ela dependeria unicamente de cada um, do contrário não faria sentido dizer que é individual. Somos arrogantes por natureza e o Pai sabe disso, se a salvação fosse conquistada pelo nosso esforço, estaríamos todos perdidos.

Primeiro porque a arrogância e o sentimento de justiça própria seriam tão grande que não caberia espaço para mais nada, nem mesmo para o amor. 

Não sentiríamos nem a necessidade de nascer de novo.

Segundo porque ninguém seria capaz de salvar-se a si mesmo. O único que tem o poder para isso é Jesus. Ele foi o único capaz de remover todo escrito de dívida que era contra nós, cravando-o na cruz. Colossenses 2:14

Outro ponto que nos faz crer que a salvação não é individual, é que não há uma competição no evangelho.

O individualismo gera competição. Por estes e outros motivos que a salvação não vem de obras.

Não vem de obras para que ninguém se ensoberbeça, para que ninguém se perca na própria arrogância e para que ninguém se glorie de justiça própria.

Se dependendo da graça de Deus já somos o que somos, imagina se tivéssemos o poder de nos salvar a nós mesmos.

Somos membros de um só corpo

“Assim nós, que somos muitos, somos um só corpo em Cristo, mas individualmente somos membros uns dos outros”. Romanos 12:5

Há um só corpo, e todos nós somos membros desse corpo e membros uns dos outros. A profundidade do significado do que se diz nesse versículo em relação à unidade, é poderoso.

O apostolo Paulo praticamente resume a natureza do Evangelho e o significado do que é igreja.

Para haver corpo, precisa haver membros, e para que os membros trabalhem em favor do corpo, precisam estar ligados a ele.

Em outras palavras, Jesus salva seu corpo que é a igreja, e nós que somos os membros do corpo, trabalhamos juntos em favor do mesmo corpo. Assim, somos salvos juntamente com ele (o corpo), pela graça.

Não existe salvação individual porque só há um corpo, ou estamos dentro, ou estamos fora dele. E fora do corpo não há salvação, porque o mesmo corpo está ligado à cabeça que é Cristo.

Ainda que a salvação fosse conquistada pelos nossos esforços, não poderia ser individual. Um membro não faz nada sozinho, precisa estar em conjunto.

O corpo é constituído de vários membros justamente para que um colabore com o outro. Essa é uma das belezas do Evangelho.

Pode parecer um pouco confusa esta nossa conversa, mas é fundamental que você compreenda isto. Leia e releia se for necessário, as passagens citadas acima. Você compreenderá

A graça não nos isenta das responsabilidades

Algo muito importante que precisa ser dito, é que, o fato de recebermos a salvação pela graça, não nos torna isentos de viver em conformidade com o Evangelho.

Não nos torna isentos de vivermos uma vida de constante oração, jejum e vigilância.

Pelo contrário, agora que somos crentes salvos e participantes do reino, é que devemos nos proceder ainda mais assim. Tal como aconselha o apóstolo Paulo:

“Rogo-vos, pois, eu, o preso do Senhor, que andeis como é digno da vocação com que fostes chamados,
Com toda a humildade e mansidão, com longanimidade, suportando-vos uns aos outros em amor,
Procurando guardar a unidade do Espírito pelo vínculo da paz.
Há um só corpo e um só Espírito, como também fostes chamados em uma só esperança da vossa vocação;
Um só Senhor, uma só fé, um só batismo;
Um só Deus e Pai de todos, o qual é sobre todos, e por todos e em todos vós”.
Efésios 4:1-6

Não podemos de forma alguma por ocasião da liberdade que há em Cristo, vivermos uma vida relaxada e sem compromisso com as coisas de Deus.

Filho de Deus deve viver como filho de Deus, e salvo deve se proceder como salvo.

Resumindo

A salvação não é individual e nem é coletiva porque ela não depende de nós, a salvação é somente graça de Deus.

Não existe quem a mereça ou não, de fato ninguém é merecedor, por isso a graça é um favor imerecido. Isso quer dizer que nada do que você faça o torna merecedor.

Fomos chamados a andarmos em união porque somos igreja, somos um corpo.

E se um dos membros estiver com dificuldades durante a jornada da fé, os outros membros devem servir aquele mais fraco, mais incapaz, como se estivessem servindo a si mesmos.

Temos que caminhar juntos porque, assim como o corpo é um, e tem muitos membros, e todos os membros, sendo muitos, são um só corpo, assim é Cristo também.

Precisamos tomar cuidado com o individualismo no meio de nós. A graça de Deus é para todos e diante dele somos todos iguais.

Quer aprofundar seu conhecimento no evangelho e conhecer melhor sua bíblia? Se inscreva no curso formação em teologia sem mensalidades e prepare-se para a obra de Deus.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

2 Comentários

  1. Marilene disse:

    Gostei muito do estudo