A lição importante da parábola da ovelha perdida

A maneira predileta de Jesus ensinar era pelo uso de parábolas. Cada parábola contava sobre algo com o qual as pessoas podiam se relacionar e que estavam familiarizadas em seus dias. 

A parábola da ovelha perdida mostra um belo retrato de um pastor amoroso que deixou as noventa e nove ovelhas para ir atrás da que estava perdida. 

Como seres humanos, tendemos a vagar da mesma forma que as ovelhas. Todos nós precisamos do pastor que virá atrás de nós, mesmo quando fugirmos, apenas porque Ele nos ama e nos quer com ele.

‘Então Jesus lhes disse a seguinte parábola:
Que homem dentre vós, tendo cem ovelhas, e perdendo uma delas, não deixa no deserto as noventa e nove, e vai após a perdida até que venha a achá-la?
E, após acha-la e chegar a casa, convoca os amigos e vizinhos, dizendo-lhes: Alegrai-vos comigo, porque já achei a minha ovelha perdida.
Digo-vos que assim haverá alegria no céu por um pecador que se arrepende, mais do que por noventa e nove justos que não necessitam de arrependimento. Lucas 15:3-7‘ 

O que é uma parábola?

Uma parábola é uma história que alguém conta sobre coisas cotidianas com as quais as pessoas estão familiarizadas. 

No entanto, as parábolas de Jesus tem dois significados quando é contada: uma sendo um significado físico e outra sendo um significado espiritual muito mais profundo.

Por que Jesus usou parábolas?

Quando Jesus andou na terra, muitas pessoas não o aceitaram como o Messias, pois estes esperavam que Ele os libertasse de Roma…

Então Jesus ensinou em parábolas porque sabia que aqueles cujos corações estavam endurecidos não entenderiam, mas aqueles cujos corações estavam abertos e prontos para receber Sua mensagem procurariam a verdade que estava sendo ensinada.

Ele mesmo falou: “Porque o conhecimento dos segredos do reino dos céus foi dado a vós, mas a eles não”. (Mateus 13:11) É por isso que lhes falo por parábolas: ‘Embora vendo, eles não vêem; embora ouvindo, eles não ouvem. “(Mateus 13:13).

A parábola da ovelha perdida

A parábola da Ovelha Perdida

Fonte: Pexels

O pastoreio de ovelhas era algo que as pessoas nos dias de Jesus entendiam bem. Eles sabiam o que poderia acontecer com uma ovelha se ela se perdesse do rebanho e acabasse sozinha. 

As ovelhas são indefesas e precisam ficar perto do pastor para que ele possa protegê-las, alimentá-las e mantê-las. Quando Jesus compartilhou a Parábola da Ovelha Perdida, foi para ensinar que os humanos também são assim.

Quando Cristo “convivia” com os pecadores, as pessoas religiosas o desprezavam. 

Ele citou a parábola da ovelha perdida na esperança de que eles fizessem a correlação de que pecadores são ovelhas perdidas e eles precisam que o Pastor os encontre e os traga para casa. 

Jesus estava tentando fazê-los entender que Ele era o Pastor. Porém, os fariseus não entendiam o que ele estava tentando ensinar, mas as pessoas entendiam.

Porque Jesus nos comparou a ovelhas?

A princípio, podemos pensar que ser comparado a ovelha não é uma coisa boa. Afinal, as ovelhas, se deixadas por conta própria, tendem a se afastar e se perder.

Como não são animais de carga, não podem carregar cargas como burros ou cavalos. Ovelhas não podem se defender e se contentam com menos do que o melhor.

As ovelhas geralmente não sabem o que é melhor, e podem dificultar sua própria existência se não tiverem ninguém para liderá-los. Mas o pastor sabe o que é melhor para elas. 

O pastor as leva à grama mais verdinha e encontra água limpa para beber. Ele as unge com óleo para afastar os insetos. Ele garante que elas sejam atendidas e que tenham a melhor vida possível.

Mas afinal, qual relação entre nós humanos e ovelhas?

Quando olhamos para ovelhas, podemos ver imediatamente a correlação entre ovelhas e humanos. 

O Senhor não quer que carreguemos fardos; nós não fomos criados para isto. 

Nós humanos nem sempre fazemos as melhores escolhas e às vezes podemos nos sentir infelizes. Precisamos de orientação e direção. Nós precisamos de alguém para nos encontrar quando estamos perdidos e nos levar para casa.

Precisamos que nosso pastor carregue os fardos que não podemos carregar, que o nosso Pastor nos guie para não nos contentarmos com as coisas que não são boas para nós. 

Nós precisamos que Ele nos proteja dos lobos que sempre estão nas proximidades. 

Qual significado da parábola da ovelha perdida?

O significado da Parábola da Ovelha Perdida é simples, mas uma das verdades mais importantes da vida: Os perdidos precisam de um salvador. 

Assim como uma ovelha que está perdida e sozinha, desprotegida no deserto, precisa do pastor para resgatá-la, os perdidos precisam de Jesus para salvá-las. 

Jesus é nosso Bom Pastor e Salvador, que deu a sua vida para que pudéssemos viver.

Quem é a ovelha perdida?

Cada um de nós que rompe relacionamento com Deus e segue seu próprio caminho é ovelha perdida. 

O coração de Deus e a prioridade número um são as almas. Ele deseja reconciliar todas as pessoas de volta a si mesmo. 

Deus não odeia pecadores, apenas o pecado que O separa de seus filhos. Ele observa e espera, procurando aquele pródigo que está pronto para voltar para casa, para que possa correr para encontrá-los. 

Jesus era amigo dos pecadores porque estes eram Suas ovelhas perdidas e Ele veio buscar e salvar o que estava perdido. (Lucas 19:10)

Quem são as 99 ovelhas que ficaram?

A palavra em Lucas 15:2 vai dizer que os fariseus e os escribas murmuravam contra Jesus, dizendo: Este recebe pecadores, e come com eles. Lucas 15:2

Perceba que os escribas e fariseus eram os encarregados de ensinar e interpretar as escrituras, que tinham muito se dedicado e estudado. Estes eram os ‘bam bam bam’, os ‘que se diziam mais espirituais’.

Ei meu amado, conhecimento das escrituras e a respeito da teologia é bom, é ótimo! Mas não deixe este conhecimento cegar você.

Os escribas e fariseus estavam diante do Senhor e não o enxergaram… Em verdade lhe digo que estes são as 99 ovelhas que Cristo mencionou.

Em Lucas 15:7 lemos: que assim haverá alegria no céu por um pecador que se arrepende, mais do que por noventa e nove justos que não necessitam de arrependimento.

Agora me diga quem são os noventa e nove justos que não necessitam de arrependimento? Não existem, pois a bíblia nos diz em 1 João 1 que se alguém se diz sem pecado, faz de Deus mentiroso.

Os 99 justos que Cristo citou, representam os que fazem a obra sem ter o dono da obra… São os ‘perfeitos’ que se dizem justos e espirituais, são os que acreditam estar salvos mediante mérito e as obras carnais.

Entenda… A salvação é de graça, mediante a graça. Nada que eu faça pode me tornar merecedor da glória de Deus!

Jesus, o bom pastor

Um pastor protege, guia, alimenta, rega e cura suas ovelhas. Jesus nos diz em João 10:11: “Eu sou o Bom Pastor. O Bom Pastor dá a vida por Suas ovelhas“.

Mais uma coisa que precisamos aprender sobre ovelhas é que elas apenas reconhecem a voz de seu mestre, seu pastor. Eles não vão seguir outra pessoa. Quanto mais precisamos ser como ovelhas e aprender a ouvir e obedecer apenas à voz de nosso mestre?

A parábola da Ovelha Perdida

Fonte: Pixabay

A parábola da Ovelha Perdida, palavras finais

A Parábola da Ovelha Perdida é tanto para nós hoje quanto para as pessoas que viveram quando Jesus andou na terra. 

Embora o pastoreio não seja tão prevalente como era naquele tempo, ainda podemos captar dessa parábola o significado espiritual mais profundo por trás da história. 

Sabemos que “todos nós, como ovelhas, nos desviamos, cada um de nós se voltou para o nosso caminho, e o Senhor colocou sobre ele a iniqüidade de todos nós”. (Isaías 53: 6). 

Sabemos que nós, Suas ovelhas, precisamos desesperadamente de nosso Pastor. 

Que possamos procurar ficar perto dele e não nos afastarmos jamais. Que possamos aprender a ouvir Sua voz e ser obedientes a Ele quando Ele chama.  

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!