Palavra de Oferta com Explicação: Versículos sobre Oferta na Bíblia

Por Tyago Rodrigues 19 Min de Leitura

Neste post, desvendaremos versículos sobre oferta e exploraremos o significado por trás dessas palavras sagradas.

Se você é um servo do Senhor empenhado em ministrar em sua igreja local, é bem provável que já tenha se deparado com a tarefa desafiadora de abordar o tema da oferta.

Qual palavra usar para transmitir aos fiéis a importância desse ato de generosidade e gratidão? Quais os melhores versículos bíblicos que podem embasar sua mensagem de forma clara e persuasiva?

Palavra de Oferta com Explicação

Quando nos deparamos com versículos que falam sobre oferta na Bíblia, muitas vezes podemos nos sentir intimidados ou confusos.

Afinal, o que a Palavra de Deus tem a dizer sobre esse assunto tão relevante para a vida cristã? Como podemos aplicar esses ensinamentos em nossas próprias vidas e compartilhá-los com nossa comunidade de fé?

- Publicidade -

Versículos de Oferta com Explicação

Abaixo irei lhe apresentar 5 versículos que nos encorajam à sermos ofertantes.

Neste e em todos outros artigo do blog buscamos fornecer a você, servo do Senhor, uma base sólida para ministrar com segurança e autoridade.

Nossa abordagem será cuidadosa e abrangente, levando em consideração o contexto histórico, cultural e teológico dos trechos selecionados.

Ao longo deste post, exploraremos versículos-chave que nos exortam a ofertar com o coração alegre e não por obrigação.

Você descobrirá que a oferta não envolve apenas uma questão financeira, mas um ato de adoração e confiança em Deus.

- Publicidade -

Através dessa prática, somos capacitados a participar da obra do Senhor, sustentar a obra da igreja e demonstrar nosso amor ao próximo.

Esperamos que este post seja uma fonte valiosa de conhecimento e inspiração para você, servo de Deus, que deseja compartilhar uma palavra de oferta com clareza e convicção.

Gênesis 4:3-5: A oferta de Caim e Abel

“E aconteceu ao cabo de dias que Caim trouxe do fruto da terra uma oferta ao Senhor.
E Abel também trouxe dos primogênitos das suas ovelhas, e da sua gordura; e atentou o Senhor para Abel e para a sua oferta.
Mas para Caim e para a sua oferta não atentou. E irou-se Caim fortemente, e descaiu-lhe o semblante.”

Gênesis 4:3-5

A passagem que acabamos de ler nos revela importantes lições sobre o próprio caráter de Deus.

Percebemos que, em primeiro lugar, Deus se importa com a pessoa em si, com o coração e o caráter do indivíduo.

Ou seja, Ele não apenas observa a oferta, mas primeiro se atenta para a pessoa que a está apresentando.

Isso nos mostra que Deus está interessado no nosso interior, na nossa sinceridade e dedicação a Ele.

Antes de avaliar a oferta material que trazemos, Ele examina o nosso coração minuciosamente, conhecendo-nos em todos os detalhes. Somente então Ele direciona Seu olhar para a nossa oferta.

A oferta que apresentamos revela o estado do nosso coração.

O problema não estava na diferença entre uma oferta animal e uma oferta vegetal, mas sim na atitude e motivação de cada ofertante.

Abel tinha um coração temente a Deus, justo e agradável ao Senhor. Por isso, sua oferta foi aceita.

- Publicidade -

Caim, por sua vez, tinha um coração distante de Deus, carente de temor e reverência. Isso fica evidente em sua reação de ira e desânimo quando sua oferta não foi aceita.

Se o problema fosse apenas a oferta em si, Deus poderia ter pedido a Caim que trouxesse outra oferta.

No entanto, Deus sabia que, independentemente da oferta, o coração de Caim continuaria desagradável.

Versículo sobre a Oferta da Viúva de Sarepta (1 Reis 17:10-14)

“Então ele se levantou, e foi a Sarepta; e, chegando à porta da cidade, eis que estava ali uma mulher viúva apanhando lenha; e ele a chamou, e lhe disse: Traze-me, peço-te, num vaso um pouco de água que beba.
E, indo ela a trazê-la, ele a chamou e lhe disse: Traze-me agora também um bocado de pão na tua mão.
Porém ela disse: Vive o Senhor teu Deus, que nem um bolo tenho, senão somente um punhado de farinha numa panela, e um pouco de azeite numa botija; e vês aqui apanhei dois cavacos, e vou prepará-lo para mim e para o meu filho, para que o comamos, e morramos.
E Elias lhe disse: Não temas; vai, faze conforme à tua palavra; porém faze dele primeiro para mim um bolo pequeno, e traze-mo aqui; depois farás para ti e para teu filho.
Porque assim diz o Senhor Deus de Israel: A farinha da panela não se acabará, e o azeite da botija não faltará até ao dia em que o Senhor dê chuva sobre a terra.
E ela foi e fez conforme a palavra de Elias; e assim comeu ela, e ele, e a sua casa muitos dias.”

1 Reis 17:10-16

No livro de 1 Reis, encontramos uma história poderosa sobre generosidade e confiança em Deus que nos ensina valiosas lições sobre a importância da oferta.

O relato da oferta da viúva de Sarepta, presente nos versículos 10 à 14 de 1 Reis, revela como Deus recompensa aqueles que confiam Nele e são fiéis em suas ofertas.

Nessa narrativa, o profeta Elias, enviado por Deus, chega à cidade de Sarepta, onde encontra uma viúva que está colhendo lenha para preparar uma última refeição para ela e seu filho.

A fome assolava a terra naquele tempo, e a situação da viúva era desesperadora.

Ao ser abordada por Elias, ela é solicitada a lhe trazer um pouco de água e pão.

A viúva diz a Elias que só tem um punhado de farinha e um pouco de azeite em uma botija, e que estava prestes a preparar um último alimento para ela e seu filho, antes de enfrentarem a morte pela fome.

Elias, então, lhe faz um pedido extraordinário. Ele a orienta a não ter medo e a fazer um pequeno bolo para ele primeiro, e depois para ela e seu filho.

- Publicidade -

E ele acrescenta uma promessa divina: “Pois assim diz o Senhor, Deus de Israel: A farinha da panela não se acabará, e o azeite da botija não faltará, até ao dia em que o Senhor dê chuva sobre a terra” (1 Reis 17:14).

A viúva de Sarepta não hesita em obedecer ao profeta de Deus, mesmo quando isso significa sacrificar sua última refeição.

Sua confiança em Deus e sua disposição de dar o pouco que tinha resulta em uma bênção divina inigualável.

A farinha da panela e o azeite da botija continuaram a se multiplicar milagrosamente, sustentando a viúva, seu filho e Elias durante um longo período.

Essa história nos lembra que nossas ofertas não precisam ser grandes em quantidade para serem poderosas e abençoadoras. Deus valoriza a generosidade sincera e o coração disposto a dar.

Quando confiamos em Deus e colocamos nossa fé em ação através da oferta, Ele honra nossa obediência e supre nossas necessidades de maneiras extraordinárias.

Versículo sobre Oferta Ideal para Igreja

Palavra de Oferta em Efésios 3:20

A oferta é uma prática essencial na vida da igreja, pois permite sustentar a obra de Deus, atender às necessidades dos menos favorecidos e prover recursos para o crescimento espiritual da comunidade.

Nesse contexto, vamos ler um versículo bíblico que traz um encorajamento poderoso sobre a oferta, o mesmo é encontrado em Efésios 3:20:

“Ora, àquele que é poderoso para fazer infinitamente mais do que tudo quanto pedimos ou pensamos, conforme o seu poder que opera em nós”.

Efésios 3:20

Este versículo, escrito pelo apóstolo Paulo, revela o poder ilimitado de Deus em atender às nossas necessidades.

Ao aplicarmos esse princípio à oferta, podemos entender que, quando damos generosamente ao Senhor, Ele é capaz de multiplicar nossas ofertas e realizar grandes coisas além da nossa imaginação.

- Publicidade -

Quando ofertamos, muitas vezes temos expectativas sobre como Deus irá agir. No entanto, esse versículo nos desafia a lembrar que Deus é capaz de fazer muito mais do que pedimos ou pensamos.

Ele não está limitado aos nossos pedidos e pode surpreender-nos com bênçãos e provisão além do que imaginamos.

Ao darmos nossa oferta, não estamos apenas liberando recursos financeiros, mas também demonstrando nossa confiança em Deus e em Seu poder que opera em nós.

Quando nos entregamos com generosidade, permitimos que Deus utilize nossas ofertas como instrumentos de Sua graça e transformação.

Versículo sobre Oferta Ideal para Igreja em Obra (Êxodo 25:1-8)

“Então falou o SENHOR a Moisés, dizendo:
Fala aos filhos de Israel, que me tragam uma oferta alçada; de todo o homem cujo coração se mover voluntariamente, dele tomareis a minha oferta alçada.
E esta é a oferta alçada que recebereis deles: ouro, e prata, e cobre,
E azul, e púrpura, e carmesim, e linho fino, e pêlos de cabras,
E peles de carneiros tintas de vermelho, e peles de texugos, e madeira de acácia,
Azeite para a luz, especiarias para o óleo da unção, e especiarias para o incenso,
Pedras de ônix, e pedras de engaste para o éfode e para o peitoral.
E me farão um santuário, e habitarei no meio deles.”

Êxodo 25:1-8

Os israelitas foram agraciados com o privilégio de participar ativamente na construção do lugar que seria a habitação de Deus entre eles.

É notável perceber que Deus não buscava apenas as dádivas materiais, mas sim as ofertas que viessem do coração sincero do povo.

O povo de Israel respondeu de forma fervorosa entregando a Deus o melhor que tinham.

A atitude exemplar do povo revela a importância de compreendermos que a Palavra de Oferta não se trata apenas de contribuições financeiras, mas sim de uma expressão de gratidão e compromisso com Deus.

O Senhor valoriza a generosidade que provém de um coração disposto a entregar voluntariamente.

Assim como os israelitas demonstraram seu amor por Deus ao dar o melhor que possuíam, nós também somos desafiados a oferecer nossos recursos, habilidades e tempo com a mesma dedicação e devoção.

- Publicidade -

Palavra de Oferta em João 6:8,9

Outro discípulo, André, irmão de Simão Pedro, tomou a palavra:
“Aqui está um rapaz com cinco pães de cevada e dois peixinhos, mas o que é isto para tanta gente? “

João 6:8,9

Essa passagem nos ensina algumas lições valiosas sobre a oferta. Primeiramente, aprendemos que não devemos subestimar o que temos nas mãos.

Assim como o jovem tinha apenas cinco pães e dois peixes, às vezes, podemos pensar que o que temos é insignificante diante das necessidades da obra de Deus.

No entanto, quando colocamos nas mãos de Jesus, Ele pode multiplicar e fazer grandes coisas com o que oferecemos.

Em segundo lugar, aprendemos que a oferta é um ato de confiança e disponibilidade.

O jovem poderia ter guardado os pães e os peixes para si mesmo, preocupado com a sua própria fome. No entanto, ele estava disposto a entregar tudo nas mãos de Jesus, confiando que Ele faria algo extraordinário.

Por fim, vemos que a oferta pode ser uma oportunidade para Deus demonstrar o Seu poder e suprir as necessidades de muitos.

A partir dos poucos pães e peixes oferecidos pelo jovem, Jesus realizou um milagre e alimentou uma multidão inteira.

Isso nos mostra que quando somos generosos e oferecemos o que temos a Deus, Ele pode transformar nossas ofertas em bênçãos abundantes para muitos.

Versículos e Palavras de Oferta na Bíblia

Mais 10 Versículos e Palavras de Oferta na Bíblia

2 Coríntios 9:6

“Lembrem-se: aquele que semeia pouco, colherá também pouco, e aquele que semeia com fartura, com abundância também colherá.”

Este versículo nos lembra que a generosidade não é apenas uma ação, mas também uma atitude. Quanto mais damos, mais receberemos em bênçãos espirituais.

- Publicidade -

Lucas 6:38

“Dai, e ser-vos-á dado; boa medida, recalcada, sacudida, transbordante, generosamente vos darão; porque com a medida com que tiverdes medido vos medirão também.”

Jesus nos ensina que, quando doamos generosamente, Deus retribuirá com generosidade. Nossa atitude em relação à oferta determina a medida da bênção que receberemos.

Atos 20:35

“Em tudo vos dei o exemplo de que, trabalhando assim, se deve ajudar os necessitados, lembrando as palavras do próprio Senhor Jesus: ‘Há maior felicidade em dar do que em receber.'”

O apóstolo Paulo nos mostra a importância de ajudar os necessitados e como encontrar alegria na doação. Este versículo nos inspira a seguir o exemplo de Jesus.

Lucas 16:10

“Quem é fiel no pouco, também é fiel no muito; quem é injusto no pouco, também é injusto no muito.”

Este versículo nos lembra que não importa o tamanho da nossa oferta, o que importa é a sinceridade do nosso coração ao dar. Deus valoriza a fidelidade, independentemente da quantia.

2 Coríntios 9:7

“Cada um contribua segundo tiver proposto no coração, não com tristeza ou por necessidade; porque Deus ama a quem dá com alegria.”

Aqui, somos lembrados de que nossas ofertas devem ser feitas com alegria e de forma voluntária. Deus valoriza a motivação de nosso coração ao dar.

Deuteronômio 16:17

“Cada um dará conforme o que tiver recebido, dando de acordo com a bênção que o Senhor teu Deus te houver dado.”

Neste versículo, encontramos a ideia de que a oferta deve ser proporcional às bênçãos que recebemos. É um lembrete de que tudo o que temos vem de Deus, e devemos retribuir de acordo.

- Publicidade -

João 3:16

“Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.”

Este versículo nos relembra o sacrifício supremo de Deus ao dar Seu Filho, Jesus Cristo, como uma oferta para a humanidade.

Ele demonstrou amor incondicional, inspirando-nos a dar com generosidade.

1 Crônicas 29:9

“O povo se alegrou com as ofertas voluntárias, pois deram a Deus de todo o coração, e o rei Davi também ficou muito contente.”

Neste versículo, vemos a alegria que vem ao dar com um coração voluntário. A oferta é uma expressão de nosso amor por Deus e pelos outros.

Marcos 12:17

“Respondeu-lhes Jesus: Dai, pois, a César o que é de César e a Deus o que é de Deus.”

Este versículo nos ensina a importância de cumprir nossas obrigações financeiras, mas também a dar a Deus o que Lhe pertence. Ofertar a Deus é uma parte essencial da nossa devoção.

Mateus 2:11

“Entrando na casa, viram o menino com Maria, sua mãe. Prostrando-se, o adoraram e, abrindo os seus tesouros, entregaram-lhe suas ofertas: ouro, incenso e mirra.”

Os magos trouxeram suas ofertas ao menino Jesus como um ato de adoração e reverência. Este versículo destaca como nossas ofertas podem ser uma forma de adoração a Deus.

Não existe ‘a melhor’ Palavra de Oferta na Bíblia

Numa ministração sobre oferta ou sobre qualquer outro tema bíblico, é fundamental reconhecer que não existe uma palavra ou versículo específico que seja considerado o mais importante ou persuasivo.

- Publicidade -

O que realmente importa é o que o Senhor deseja expressar para o seu povo naquele momento específico.

Ao reconhecer a importância de consultar o Senhor antes de ministrar, demonstra-se uma postura de humildade e dependência de Deus.

Essa atitude reflete a busca pela direção divina, permitindo que a mensagem seja direcionada de acordo com a vontade e propósito de Deus para a igreja.

Por mais que existam bons livro, sites e estudos teológicos devemos consultar ao Senhor e perguntar o que Ele deseja falar através de nossas palavras.

Compartilhe Este Artigo
Follow:
Me chamo Tyago Rodrigues e sou totalmente apaixonado pelo reino de Deus e sua obra! O que queima em meu coração? Levar o Evangelho libertador às pessoas, através do ensino da Palavra de Deus, e é isso que tenho feito!
Deixe um comentário