Esboço de Pregação sobre Ana e Penina

Por Tyago Rodrigues 6 Min de Leitura

Neste post, vamos explorar um poderoso esboço de pregação baseado na emocionante história de Ana e Penina, conforme registrada em 1 Samuel.

Ana e Penina, juntamente com o marido delas, Elcana, desempenham papéis essenciais nessa narrativa bíblica, e suas vidas são repletas de lições valiosas que podemos aplicar hoje.

Este esboço nos levará a um mergulho profundo nesse relato, oferecendo insights e inspiração para suas futuras pregações.

Se você está ansioso para aprender mais sobre como compartilhar essa história inspiradora e relevante com sua congregação, você veio ao lugar certo.

Vamos explorar as nuances desse relato bíblico e criar um esboço de pregação sólido.

- Publicidade -

Prepare-se para se envolver com as lições de fé, perseverança e confiança em Deus que Ana e Penina nos ensinam.

Esboço de Pregação sobre Ana e Penina

Introdução

⁸ Então Elcana, seu marido, lhe disse: Ana, por que choras? E por que não comes? Por que está mal o teu coração? Não te sou eu melhor do que dez filhos?

1 Samuel 1:8

As Escrituras narram a história de Elcana, um homem de Ramataim-Zofim na região montanhosa de Efraim, ele anualmente levava sua família a Siló para adorar o Senhor Deus dos Exércitos.

Elcana tinha duas esposas: Ana e Penina.

Mas no dia em que ele oferecia sacrifício ao Senhor em Siló, dava porções dele a Penina e a todos os seus filhos, mas para Ana, a quem ele amava profundamente, reservava uma porção dobrada.

Mesmo assim Ana era atormentada pela infertilidade, o que a fazia sofrer e chorar, pois Penina a provocava constantemente.

- Publicidade -

Ana, cujo nome significa “Graça,” apesar do amor de Elcana, estava focada em sua infertilidade, e não conseguia enxergar as bênçãos que já possuía.

Desenvolvimento

Há muitas pessoas hoje que agem como Ana, ignorando o amor e a graça de Deus derramados sobre suas vidas.

Elas permitem que as dificuldades e problemas ocupem seus pensamentos, levando-as a uma constante angústia.

Ao invés de buscar libertação através do clamor pelo sangue de Jesus e se alimentar da Palavra Revelada, muitas vezes, após os cultos, elas continuam focadas nos mesmos problemas, lamentando e chorando.

No entanto, temos em contraste, um exemplo positivo – podemos aprender com Davi, que enfrentou inúmeras lutas, perseguições e dificuldades, mas que reconheceu as bênçãos de Deus além de todas elas.

Davi escreveu no Salmo 103: “Bendize ó minha alma ao Senhor e não te esqueças de nenhum dos seus benefícios.”

O interesse é que Elcana tipifica o Senhor Jesus – Cristo muitas vezes nos pergunta a mesma coisa que Elcana perguntou à sua mulher Ana:

Por que choras?

A alegria do Senhor é a nossa força, e afogar-se em tristezas não resolve nossos problemas.

Lutas fazem parte da vida, mas não devemos permitir que nos afundem na depressão.

Por que não comes?

Assim como a comida sustenta o corpo, a Palavra de Deus sustenta nosso espirito.

- Publicidade -

Ignorar a Palavra revelada é como recusar alimento! Se alguma pessoa não se alimentar dela, por estar triste e abatido, vai terminar definhando e morrendo.

Por que está mal o teu coração?

O coração humano é enganoso, e seguir apenas os nossos sentimentos interiores pode nos levar a uma realidade distorcida e irreal.

Devemos evitar que a tristeza e o mal se instalem em nossos corações, obscurecendo nossa visão das bênçãos que Deus nos concedeu.

Não te sou eu melhor do que dez filhos?

Ana tinha tudo, mas só olhava para aquilo que lhe faltava. Assim como ela, muitos de nós focamos nas ‘lutas’, ignorando as bênçãos que já possuímos.

Isso leva à ilusão de que Deus não as ama e nos esqueceu. Mas é vital lembrar que Deus nos ama e nos abençoa de muitas maneiras, mesmo quando enfrentamos desafios!

Conclusão

As Escrituras nos lembram: “Deleita-te no Senhor, e ele te concederá os desejos do teu coração.

Ana, em seu momento de desespero, finalmente escutou as palavras de Elcana. Ela se levantou, comeu, bebeu e orou ao Senhor.

Sua vida começou a mudar, a alegria substituiu a angústia e Deus atendeu às suas súplicas, concedendo-lhe a tão desejada bênção de um filho.

Ana percebeu que Deus estava operando uma grande bênção em sua vida, mesmo durante as lutas.

A obediência à Palavra de Deus e a gratidão pelas bênçãos já recebidas são essenciais para alcançar a vitória.

- Publicidade -

Portanto, em meio às adversidades, devemos lembrar de reconhecer a graça de Deus em nossas vidas e buscar a alegria em Seu amor e provisão.

Compartilhe Este Artigo
Follow:
Me chamo Tyago Rodrigues e sou totalmente apaixonado pelo reino de Deus e sua obra! O que queima em meu coração? Levar o Evangelho libertador às pessoas, através do ensino da Palavra de Deus, e é isso que tenho feito!
Deixe um comentário