Esboço de Pregação sobre a Cura de Naamã

Por Tyago Rodrigues 9 Min de Leitura

Hoje, exploraremos um esboço de pregação que mergulha no relato da cura de Naamã, mencionada em 2 Reis 5.

Vamos explorar juntos a jornada de Naamã, um homem que carregava o peso da lepra, e como Deus o conduziu à cura e ao encontro com Seu profeta.

Este estudo ajudará líderes de ministério a se prepararem para compartilhar essa mensagem transformadora com suas congregações, inspirando a fé e a confiança no Deus que cura e transforma vidas.

Esboço de Pregação sobre a Cura de Naamã

Introdução

Quantos de nós aqui acreditam na capacidade e poder de Deus para curar? A resposta, sem dúvida, será unanime – Realmente Ele cura. 

Que Deus cura quase ninguém duvida. Isso é evidenciado não apenas na totalidade da Bíblia, com inúmeros exemplos de cura divina, mas também em nossas vidas cotidianas.

- Publicidade -

No entanto, em meio a essa crença, muitas vezes negligenciamos a soberania de Deus na questão da cura e, em alguns casos, tentamos controlá-Lo, buscando manipular Sua vontade para nossos próprios propósitos.

A história de Naamã, o comandante sírio que buscou a cura através do profeta Eliseu, nos oferece uma lição valiosa sobre a soberania de Deus na cura.

Deus Cura Quem Ele Quiser

¹ E Naamã, capitão do exército do rei da Síria, era um grande homem diante do seu SENHOR, e de muito respeito; porque por ele o SENHOR dera livramento aos sírios; e era este homem herói valoroso, porém leproso.

2 Reis 5:1

Uma observação crucial que podemos extrair desse texto é que Deus cura quem Ele deseja e não se restringe a critérios humanos.

É fundamental compreender que Deus não concede cura com base na bondade ou maldade das pessoas, sua crença ou descrença, ou qualquer outro critério que possamos imaginar.

Deus age de acordo com Sua vontade soberana!

- Publicidade -

O exemplo de Naamã é bastante ilustrativo, pois ele era um estrangeiro, um comandante inimigo do povo de Israel e um idólatra.

Aos olhos humanos Naamã não possuía boas credenciais para ser curado, não merecia a cura divina.

Mas Deus o curou, enquanto outros leprosos de sua época, que pertenciam ao povo de Israel, não foram curados (Lucas 4:27).

Isto porque Deus cura quem ele quiser. Ele é soberano!

Deus cura Aonde Ele quiser

³ E disse esta à sua senhora: Antes o meu senhor estivesse diante do profeta que está em Samaria; ele o restauraria da sua lepra.

2 Reis 5:3

Outro aspecto a ser destacado é que Deus determina o local da cura de acordo com Sua vontade, não sendo limitado a lugares específicos.

Naamã, era de outro país e estava distante de Samaria. Mas poderíamos levantar a pergunta: Deus não poderia ter curado este homem sem que ele tivesse que sair da Síria? A resposta é sim!

Mas então por que Ele não o curou? Porque Deus cura onde Ele quiser!

Ou seja, não cabe a nós determinar o local.

Em nossos dias, vemos pessoas estabelecendo lugares fixos onde Deus deveria operar, como templos, igrejas, montes, cidades…

Mas Deus não exige ‘um lugar especial’, Ele cura em qualquer lugar.

- Publicidade -

Deus cura Quando Ele Quiser

⁵ Então disse o rei da Síria: Vai, anda, e enviarei uma carta ao rei de Israel. E foi, e tomou na sua mão dez talentos de prata, seis mil siclos de ouro e dez mudas de roupas.
⁶ E levou a carta ao rei de Israel, dizendo: Logo, em chegando a ti esta carta, saibas que eu te enviei Naamã, meu servo, para que o cures da sua lepra.
⁷ E sucedeu que, lendo o rei de Israel a carta, rasgou as suas vestes, e disse: Sou eu Deus, para matar e para vivificar, para que este envie a mim um homem, para que eu o cure da sua lepra? Pelo que deveras notai, peço-vos, e vede que busca ocasião contra mim.

2 Reis 5:5-7

É evidente no texto que Deus age de acordo com Seu próprio tempo, e não com base em nossas expectativas ou programações, como alguns pensam.

Morava em Samaria o profeta Eliseu. O homem pelo qual Deus fez o maior número de milagres registrados no Antigo Testamento (creio que só a Jesus são atribuídos mais milagres na Bíblia).

No entanto nem mesmo a presença de Eliseu na cidade era garantia de cura para ninguém. (novamente cito Lucas 4:27)

Veja a reação do rei de Israel quando recebeu a carta do rei da Síria com a ordem para que Naamã fosse curado.

Certamente o rei conhecia os milagres feitos por meio de Eliseu, mas também sabia que ninguém obrigava Deus a nada, por isso ficou desesperado.

O rei não sabia se Deus queria curar naquela ocasião.

Deus cura Como Ele Quiser

⁹ Veio, pois, Naamã com os seus cavalos, e com o seu carro, e parou à porta da casa de Eliseu.
¹⁰ Então Eliseu lhe mandou um mensageiro, dizendo: Vai, e lava-te sete vezes no Jordão, e a tua carne será curada e ficarás purificado.

2 Reis 5:9,10

Naamã tinha uma ideia errada de como Deus deveria curar (ele conhecia pouco o Deus verdadeiro). Ele pensava que Deus deveria agir, pelo profeta, dentro de algum tipo de ritual.

Então quando o profeta apresentou a Naamã a forma de Deus curar, para aquela ocasião, pois cada caso é um caso, Naamã ficou tão indignado que quase foi para casa sem a cura que tanto buscava.

Aos olhos humanos Deus escolheu um método absurdo para curar aquele leproso, mas funcionou. Pois poderoso é Deus e não o método empregado.

Deus cura por quanto Ele quiser

¹⁵ Então voltou ao homem de Deus, ele e toda a sua comitiva, e chegando, pôs-se diante dele, e disse: Eis que agora sei que em toda a terra não há Deus senão em Israel; agora, pois, peço-te que aceites uma bênção do teu servo.
¹⁶ Porém ele disse: Vive o Senhor, em cuja presença estou, que não a aceitarei. E instou com ele para que a aceitasse, mas ele recusou.

2 Reis 5:15,16

Por fim, a história de Naamã ilustra que o preço da cura é estabelecido por Deus.

- Publicidade -

Naamã estava disposto a pagar um alto preço pela cura, mas o profeta, sob a orientação de Deus, recusou qualquer pagamento.

Pois Deus cura por quanto Ele quiser e, neste caso, não exigiu absolutamente nada de volta.

Numa futura ocasião aonde Jesus curou 10 leprosos, foi requerido deles que se apresentassem ao templo, provavelmente, para oferecer a oferta determinada pela lei, mas o importante é notar que está no poder de Deus determinar o “preço”.

Conclusão

Portanto, em resumo, devemos acreditar na capacidade de Deus para a cura.

No entanto, é essencial reconhecer que Deus é soberano e age de acordo com Sua vontade em termos de a quem, onde, quando, como e por quanto Ele deseja curar.

Nossa fé deve estar firmemente baseada na misericórdia de Deus e no sacrifício de Jesus, não em tentativas de manipular Sua vontade.

Devemos orar por cura, respeitando sempre Sua soberania.

Compartilhe Este Artigo
Follow:
Me chamo Tyago Rodrigues e sou totalmente apaixonado pelo reino de Deus e sua obra! O que queima em meu coração? Levar o Evangelho libertador às pessoas, através do ensino da Palavra de Deus, e é isso que tenho feito!
Deixe um comentário