Em João 8:12 Jesus é bem claro em afirmar que ele é a luz do mundo. Ao se declarar a Luz do mundo, Jesus estava reivindicando que Ele é a fonte exclusiva de luz espiritual. 

Nenhuma outra fonte de verdade espiritual está disponível para a humanidade. Sabemos que Jesus é a luz do mundo! Porém Cristo também afirma em Mateus 5:14 que eu e você também somos a luz do mundo.

Somos chamados a ser luz do mundo, assim como Jesus. Mas o que isso realmente significa?

Jesus descreve-nos como uma luz que está do lado de fora! A luz fala do testemunho de um seguidor de Cristo, revelando e iluminando a verdade.

Jesus, a luz do mundo
Jesus, a luz do mundo: Veja o verdadeiro significado!

Como Ser a Luz do Mundo?

Jesus estava falando com uma multidão de pessoas comuns. No entanto, Cristo disse-lhes em Mateus 5:14-16:

“Vocês são a luz do mundo. Não se pode esconder uma cidade construída sobre um monte.
E, também, ninguém acende uma candeia e a coloca debaixo de uma vasilha. Pelo contrário, coloca-a no lugar apropriado, e assim ilumina a todos os que estão na casa.
Da mesma maneira deixe sua luz brilhar diante dos homens, para que vejam as suas boas obras e glorifiquem ao Pai de vocês, que está nos céus”.

Eu quero que você leia os versículos acima com atenção. Preste muita atenção especial às palavras “vocês são“, “da mesma maneira“, “deixe sua luz brilhar” e “para que vejam“.

Quando você enfatiza essas palavras, o que acontece? Quero dizer, que mensagem você recebe?

Eu vou te dizer. Você recebe a mensagem clara e definitiva de que ser uma luz não é uma opção. Jesus não diz “se você optar por ser uma luz” ou “eu realmente espero que você deixe sua luz brilhar“. 

Ele diz que você é a luz e que você tem a responsabilidade de deixá-la brilhar para o mundo inteiro ver.

Sim, o mundo inteiro. Não são apenas as pessoas com quem você vai à igreja. Não são apenas as pessoas no abrigo em que você é voluntário. Todos. E aqui está como ele espera que você faça isso …

Deus pretende fazer seu trabalho na Terra hoje: através de você. Seja a luz que Jesus profetizou que você deve ser! Não são apenas os pastores e missionários que são a luz; são todos no mundo que amam o Senhor.

1. Compartilhe sua fé em Cristo

Deus pega uma pessoa comum e as usa para compartilhar Sua mensagem para as pessoas que precisavam Dele. 

Quando compartilhamos nossa fé, espalhamos Sua luz. Você foi salvo para brilhar! Não esconda seu testemunho ou tenha vergonha de levar sua Bíblia para o trabalho. 

Não tenha medo de orar durante o almoço na escola. Deixe os outros saberem que você ama o Senhor Jesus.

2. Leve a luz para onde está escuro

Jesus descreve o que somos nesta passagem – a luz do mundo, não a luz da igreja. Isso significa que temos que ir além das paredes da igreja e levar a luz para onde está escuro.

3. Brilhe Junto com irmãos em Cristo

Jesus também falou da força da luz coletiva. Cada casa de uma cidade com suas luzes acesas brilha no céu. 

À medida que os cristãos se reúnem, há um brilho para o Senhor que não podemos criar individualmente. Brilhamos mais quando brilhamos juntos.

4. Brilhe aos olhos de Deus

Como podemos brilhar para Deus? Jesus diz que devemos deixar nossas luzes brilharem diante dos homens, de modo que eles verão nossas boas obras e glorifiquem a Deus (Mateus 5:16). 

E assim, automaticamente, estaremos brilhando para Deus.

O que Jesus quis dizer com: “Eu sou a luz do mundo”?

O que Jesus quis dizer com: “Eu sou a luz do mundo”?

Falando novamente ao povo, Jesus disse: “Eu sou a luz do mundo. Quem me segue, nunca andará em trevas, mas terá a luz da vida”. João 8:12

Existem dois tipos de luz no mundo. Podemos perceber um, ou ambos, ou nenhum! 

Quando nascemos neste mundo, percebemos a luz física e, por meio dela, aprendemos a obra de nosso Criador nas coisas que vemos. 

Contudo, embora essa luz seja boa, há outra Luz, uma Luz tão importante que o Filho de Deus teve que vir para declará-la e transmiti-la aos homens. 

Em João 8:12 o Senhor fala da luz da Sua Verdade, da luz da Sua Palavra, da luz da Vida eterna. Aqueles que recebem a verdadeira Luz nunca andarão nas trevas espirituais .

Assim como levamos uma vela para uma sala para dissipar a escuridão. Da mesma forma, a Luz de Jesus Cristo deve ser levada para as trevas do pecado que envolve os corações e as vidas daqueles que não O seguem. 

A luz física é necessária para a vida física. A terra certamente mudaria muito rapidamente se não houvesse mais luz solar. 

Do mesmo modo, a luz espiritual é necessária para a vida espiritual do cristão. 

O crente sempre tenderá para as coisas espirituais; ele sempre tenderá a ter comunhão, oração, a Palavra de Deus e assim por diante. O incrédulo sempre faz o contrário (João 1: 5 ; 3: 19–20) porque a luz opõe-se ao mal e ele odeia a luz. 

Contexto bíblico de “Eu sou a luz do mundo”

Esta palavra, traduzida do grego Phos , significa “brilhar ou manifestar a luz, o brilho”.

Em João 8:20, lemos que Jesus disse a expressão ‘eu sou a luz do mundo’ no Templo, onde estava acontecendo a Festa dos Tabernáculos. Durante esta celebração, quatro candelabros de ouro foram acesos, iluminando toda a corte.

Jesus estava na área do templo onde velas eram queimadas para simbolizar a coluna de fogo que levou o povo de Israel através do deserto (Êxodo 13:21).

A coluna de fogo representava a presença, proteção e orientação de Deus. Foi nesse cenário e contexto que Jesus se referiu a Si mesmo como “a Luz do Mundo”.

Jesus, a Luz do mundo como uma metáfora

A idéia de luz expulsando as trevas é central para entender Jesus e o cristianismo. 

Um dos primeiros judeus a reconhecer o bebê Jesus como o Messias prometido o chamou de “uma luz de revelação” (Lucas 2:32). 

1. A escuridão aponta para o simples fato da ignorância humana.

Aqueles que estão “no escuro” são aqueles que não têm conhecimento. 

Ainda hoje, sabemos que milhões incontáveis ​​ainda habitam em trevas profundas, nunca tendo ouvido falar sobre o único Deus verdadeiro ou de Jesus Cristo, Seu único Filho.

2. Escuridão se refere à cegueira maligna e voluntária.

Isso aponta além do mero fato da simples ignorância. Nesse sentido, as trevas se referem ao fato de que muitos rejeitarão completamente a luz. 

Como João 1: 10-11 explicou: “Ele estava no mundo, e embora o mundo fosse feito através dele, o mundo não o reconheceu. Ele chegou ao que era seu, mas o seu próprio não o recebeu”.

Jesus, a Luz do mundo na Profecia Messiânica

A luz também é uma descrição comum do Messias na profecia:

  • Eu, o Senhor, te chamei em justiça; Vou segurar sua mão. Eu te guardarei e farei de você um pacto para o povo e uma luz para os gentios. ”(Isaías 42: 6)
  • Te farei uma luz para os gentios, para que minha salvação chegue até os confins da terra. ‘”(Isaías 49: 6)
  • “Levanta-te, resplandece, porque a tua luz chegou e a glória do SENHOR se eleva sobre ti.” (Isaías 60: 1)
  • “Mas para vocês que reverenciam meu nome, o sol da justiça nascerá com a cura em seus raios. E você sairá e se divertirá como bezerros bem alimentados. ”(Malaquias 4: 2)
  • “Porque os meus olhos viram a tua salvação, que preparaste na presença de todos os povos, uma luz de revelação para os gênios e a glória do teu povo Israel.” (Lucas 2: 30-32)

Espero que você tenha gostado deste estudo a respeito de Jesus, a luz do mundo. Gostaria de conhecer a sua opinião. Deixe seu comentário! Acrescente algo, será muito valioso…

Há uma necessidade muito grande de nos dedicarmos ao estudo da palavra. Ainda há uma carência enorme nas igrejas, de irmãos e irmãs aprofundados no conhecimento da Palavra.

Chega-se a pensar que só pastores e obreiros devem levar a sério o estudo da bíblia. Não podemos deixar a preguiça falar mais alto.

Erreis por não conhecer as escrituras, nem o dom de Deus. Deseja ir alem nos estudos da Palavra? Então clique aqui e conheça o curso de teologia à distância.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!