Flash Sale! to get a free eCookbook with our top 25 recipes.

Estudo do Livro de Levítico e das leis cerimoniais do Antigo Testamento

Leia este artigo onde apresentamos uma visão geral do livro de Levítico que explica o conceito literário do livro e as suas ideias principais.
Continua após a publicidade

O livro de Levítico é o terceiro livro da bíblia e a sua história acontece logo após a saída dos israelitas da escravidão no Egito.

Eu sei que o livro de Levítico parece um pouco pesado ou difícil, mas existem ensinos muito importantes nele – sem dúvida essa leitura irá lhe surpreender!

Antes de iniciarmos o estudo bíblico de hoje, preciso lhe orientar que: se você ainda não leu o panorama bíblico de Gênesis e Êxodo, não deixe de conferir – vou deixar os links abaixo ok?

Lembrando que esse estudo é apenas um panorama e uma visão super rápida que a gente vai ter sobre o livro de Levítico, portanto não chega nem perto de substituir uma boa leitura bíblica.

Sem mais delongas, bora para o conteúdo!

Contexto histórico do livro de Levítico.

Contexto histórico do livro de Levítico.

Deus já trouxe o povo ao pé do monte Sinai e convidou Israel a entrar em um relacionamento de aliança com Ele.

Sabemos que ainda no livro de Êxodo o povo se rebelou e quebrou essa aliança rapidamente, mas mesmo assim Deus quis que a sua presença gloriosa estivesse entre Israel por meio de um tabernáculo.

Diante deste fato surge a seguinte questão: “como é que Israel pode em seu pecado e egoísmo se reconciliar com Deus?”.

É disso que trata o livro de Levítico, de responder como Deus graciosamente provê um caminho para pessoas pecadoras e corruptas viverem na sua santa presença.

Esse é o contexto do livro de levítico!

Perguntas e respostas sobre o livro de Levítico:

Levítico é um livro que gera muitas dúvidas e perguntas interessantes, por isso, hoje quero lhe responder as 3 principais… Vamos lá?

Quem escreveu o livro de Levítico?

O autor e escritor do livro de Levítico é Moisés e o livro foi escrito por volta do ano 1445 a.C.

A respeito do estilo literário do autor podemos dizer que: com exceção de 2 trechos que são históricos, todo o restante do livro compõe-se inteiramente de leis.

Moisés, o legislador busca tão somente expressar exatamente e com claridade as leis sem preocupações estéticas com a escrita.

Dito isto, vamos para a próxima pergunta mais comum sobre o livro de Levítico.

Sabemos que a palavra-chave deste livro é santidade, mas o que de fato significa dizer que Deus é Santo?

O que significa dizer que Deus é santo?

Para compreendermos bem o livro de Levítico é fundamental o significado da palavra santo que implica em algo ou alguém ser separado ou único

A bíblia deixa claro que Deus é separado de todas as coisas criadas do mundo, isso por causa do seu papel único como criador de todos e autor da própria vida!

Concluímos que, se Deus é santo, então o espaço ao redor Dele também é sagrado e deve está cheio da sua bondade, vida, pureza e justiça.

Logo notamos que, se Israel sendo injusto e pecador desejar viver na santa presença de Deus, eles também precisam se tornar santos e seus pecados tem que ser resolvidos!

O que significa essa linguagem de pureza e impureza em Levítico?

Como Deus é santo os israelitas precisam estar em um estado de santidade para entrarem na sua presença e isso era comumente chamado de estar puro ou impuro.

A presença de Deus estava fora dos limites para qualquer um que não estivesse em estado de extrema pureza.

De acordo com o livro de Levítico, um israelita poderia se tornar impuro de poucas maneiras, tais como:

  • Entrando em contato com fluidos corporais reprodutivos;
  • Caso tivesse uma doença de pele;
  • Se tocasse em algum mofo ou fungo;
  • Caso tocasse em um corpo morto;
  • Se comesse animais impuros;

Para os israelitas todos esses exemplos estavam associados à mortalidade e a perda da vida, o que nos leva ao símbolo central de todas essas ideias:

Levítico quer dizer que você se torna impuro quando se contamina ao tocar a morte: que é o oposto da vida e santidade de Deus.

Estudo do conteúdo do livro de Levítico:

Estudo do conteúdo do livro de Levítico:

O livro tem um conceito simétrico realmente incrível, onde explora maneiras em que Deus ajuda Israel a viver em sua presença.

Com isso vemos claramente que ao invés de Deus destruir o povo pecador, Ele escolhe perdoá-lo!

Analisando a estrutura do livro notamos que Levítico instrui leis para que o povo pudesse manifestar a sua adoração a Deus em 5 pontos principais, tais como:

Leis referentes às ofertas.

É bem verdade que o Senhor orientou Moisés que escrevesse ao povo de Israel leis a respeito de 5 tipos de ofertas.

Continua após a publicidade

Assim através desses sacrifícios e ofertas os israelitas estariam constantemente sendo lembrados da graça de Deus, assim como da severidade do pecado humano e as suas consequências.

Porém, já vi igrejas erroneamente impondo ao povo 5 tipos de ofertas, sendo que cada um desses 5 sacrifícios foi cumprido exclusivamente em Jesus Cristo!

A verdade é que o único tipo de oferta que existe hoje é a oferta de amor: aquela que você sem olhar valor e circunstancias dá ao homem de Deus por amor a obra do Reino que Deus faz através da vida dele!

Lei referente a pureza.

Israel seguindo um Deus puro e como uma nação pura deveria ter alimentos puros, corpos puros, lares puros, costumes puros, culto puro, moralidade e vestuários puro.

De fato, a pureza do Senhor teria de adentrar todas as áreas de sua vida!

Leis referentes ao sacerdócio. 

Os sacerdotes representavam o povo diante de Deus e ao mesmo tempo também representavam o Senhor para o povo.

No meio deste relato encontramos a triste história da morte de dois dos filhos de Arão por não seguir à risca as instruções dadas através das leis. 

Deus usou este exemplo para enfatizar a importância da reverência do homem diante do Senhor.

Leis referentes às festas. 

Em Levítico temos a explanação das 7 principais festas de Israel, chamadas de festas anuais.

Todas elas possuem um significado importante e tinham o objetivo de manter o povo em adoração e gratidão ao Senhor, ao longo de todo o ano.

Páscoa – é um memorial da redenção dos filhos de Israel e sua saída do Egito, em nossos dias ela é comemorada na pessoa de Jesus Cristo, que é a nossa Páscoa (leia 1 Coríntios 5: 7).

Festa dos Pães Asmos – é a festa dos pães sem fermento, que é o símbolo do pecado. Em nossos dias, representa a comunhão com Jesus, que é o pão da vida. 

Festa das Primícias – É um símbolo da ressurreição do Senhor Jesus.

Pentecostes – Segundo a lei levítica neste dia além da oferta ao sacerdote, o povo de Israel tinha de proclamar uma reunião sagrada (como uma célula/um culto de oração) e não realizar trabalho algum além disso.

Recentemente escrevi um estudo completo sobre o dia de pentecostes, clique aqui para ler!

Festa das Trombetas – uma comemoração profética que faz referência à restauração de Israel.

Dia da Expiação – a descrição do que deveria ser feito neste dia está em Levítico 16, mas seu significado profético nos remete à conversão dos judeus e ao governo milenar de Jesus.

Festa dos Tabernáculos – outro memorial de saída do Egito, quando o povo de Deus morava em cabanas no deserto. É uma celebração que nos traz à memória a Santa Ceia do Senhor.

Leis referentes à terra.  

Em Levítico vemos as leis referentes ao descanso da terra e o ano sabático, que deveria ser observado a cada sete anos. Uma clara referência a Deus como Senhor do tempo em nossas vidas e a necessidade de descanso.

Neste ano, a terra não seria cultivada e as famílias recolheriam apenas o que fosse naturalmente produzido pela terra. Nisto eles mostrariam sua dependência ao Senhor, enquanto observavam Seu precioso cuidado.

Em Deuteronômio 31:10-13, vemos que o ano do jubileu deveria ser um ano onde além de descanso, o povo deveria ouvir e estudar a Lei, para que obedecessem ao Senhor e suas instruções.

A importância do livro de Levítico.

A importância do livro de Levítico.

No novo testamento aprendemos que a lei dada aos israelitas no monte Sinai não tem mais efeito após a morte de Jesus, por isso é fácil pular o livro de levítico e perder a importância de suas informações

Claro, suas regras sobre sacrifícios, ofertas, dízimos, alimentos e festas não se aplicam a nós, porque eles são apenas uma sombra de Jesus Cristo e sua mensagem (leia Colossenses 2: 16-17).

Mas nessas sombras, encontramos lições valiosas que enriqueceram nossa compreensão do Novo Testamento e o fundamento de nossa comunhão com o Senhor na Nova Aliança!

O conteúdo de Levítico pode ser resumido de acordo com os tópicos abordados:

  • Os capítulos 1 a 7 descrevem vários sacrifícios e ofertas em detalhes.
  • Levítico 8 a 10 descrevem as ofertas dos primeiros sacerdotes da família de Aarão.
  • Os capítulos 11 a 16 discutem as leis sobre coisas impuras.
  • Levítico 17 a 20, 24, 25 e 27 contêm várias leis práticas para manter a santidade do povo.
  • Os capítulos 21 e 22 falam sobre a santidade dos sacerdotes e alguns de seus deveres específicos.
  • Levítico 23 e 25 definem vários aniversários no calendário judaico.
  • O capítulo 26 especifica várias bênçãos para pessoas que obedecerem essas leis, posteriormente fala sobre punição se as pessoas não obedecerem. 

Fico muito contente em saber que você acompanhou todo este estudo bíblico, pois crescendo em conhecimento da Palavra de Deus com certeza sua vida com o Senhor será transformada!

Agora Você Vai Entender a Bíblia de Gênesis a Apocalipse de Uma Maneira que Você Nunca Entendeu Antes. Clique Aqui!

Tyago Rodrigues
Me chamo Tyago Rodrigues e sou totalmente apaixonado pelo reino de Deus e sua obra! O que queima em meu coração? Levar o Evangelho libertador às pessoas, através do ensino da Palavra de Deus, e é isso que tenho feito!