Flash Sale! to get a free eCookbook with our top 25 recipes.

O que é Pentateuco segundo a bíblia? Descubra tudo sobre o Pentateuco

Agora você vai entender o Pentateuco como você nunca havia entendido antes!
Continua após a publicidade

Neste estudo nós iremos esclarecer todas as suas dúvidas acerca do que é e o que significa o Pentateuco! 

Leia esta mensagem até o final, pois não tenho dúvidas de que este artigo será de grande valor em sua caminhada cristã!

Em poucas e rápidas palavras podemos afirmar que o Pentateuco é o conjunto dos 5 primeiros livros da bíblia sagrada.

O nome Pentateuco tem sua origem na mais antiga tradução do texto do Antigo Testamento — a Septuaginta.

Nesta tradução diversos rabinos judeus decidem chamar o conjunto dos primeiros 5 livros da bíblia de Pentateuco, pois ‘penta’ significa ‘cinco’ e ‘teuco’ significa ‘rolos’.

Assim se referindo aos livros de: Gênesis, Êxodo, Levítico, Números e Deuteronômio.

Porém, a bíblia foi originalmente escrita em grego e quando escrita não existia o tão conhecido Pentateuco e sim a Toráh — que carrega um significado ainda mais profundo, vejamos a seguir.

O que é e o que significa o Pentateuco?

O que é e o que significa o Pentateuco?

Já vimos que os rabinos judeus ao transliterar as escrituras gregas tinham em mente nos transmitir que os primeiros 5 livros da Bíblia devem ser lidos e entendidos em conjunto, daí originou-se o nome Pentateuco.

Mas concluímos que Pentateuco é uma palavra grega e fora da autoria de Deus, até porque o Senhor escolheu que a grande maioria dos textos bíblicos fossem escritos em hebraico.

Bíblica e originalmente falando, a palavra que substitui ‘Pentateuco’ é ‘Toráh’ que significa ‘orientar’.

Dito isto, talvez você se questione: “- Tá, mas qual o significado disso e por quê é que na escrita original se salienta a questão de orientação?”.

A resposta é simples: Porque do oriente é de onde nasce o sol. Por isso, nos dias de hoje, nós falamos — ‘tal pessoa está desorientada, ou seja, essa pessoa perdeu o rumo’.

Orientar significa direcionar alguém ou a si próprio para um certo caminho ético, moral, intelectual, religioso, etc!

Portanto, o Pentateuco ou melhor dizendo: a Toráh carrega consigo uma orientação, algumas diretrizes, preceitos e princípios do Senhor para os cristãos.

Quem escreveu o Pentateuco na bíblia?

Sem dúvidas, estudar as escritas do Pentateuco é uma grande necessidade do povo de Deus, porque esses livros servem como fundamento para a compreensão sadia do restante das Escrituras.

Mas, ao estudar o Pentateuco muitos questionam se podemos afirmar com certeza quem foi o autor que escreveu o mesmo…

A grande maioria dos cristão dizem enfaticamente que foi Moisés, porém diversos estudiosos universitários negam que o escritor tenha sido ele.

A grande verdade é que toda a Toráh é de autoria do Senhor Deus!

Eu creio que tecnicamente quem escreveu os 5 livros foi Moisés, mas tudo aquilo foi ditado pelo Senhor. 

Aliás, o próprio Moisés afirma que a Toráh é de Deus e não vem dele. Prova disso é que existem muitas informações na Toráh que Moisés não tinha sequer condições de falar a partir dele mesmo.

Por exemplo: se Moisés escreveu os livros do Pentateuco, como ele sabia que brevemente seriam ungidos reis em Israel?

Se foi mesmo Moisés quem escreveu os primeiros 5 livros sagrados como ele pode ter escrito coisas que só vieram a se tornar realidade no futuro?

Ainda há textos mosaicos que dão nomes a locais que nem se quer tinham um nome naquele tempo, locais que ‘coincidentemente’ receberam o mesmo nome descrito séculos antes por Moisés.

Eu creio que Moisés é sim o principal escritor e organizador do Pentateuco!

Portanto, logicamente eu acredito que as informações proféticas contidas nessas escritas foram ditadas por revelação e inspiração de Deus.

Quais os livros que compõem o Pentateuco?

Pentateuco foi a melhor tradução que os rabinos judeus encontraram para Toráh, mas na verdade esses nomes hebraicos (inspirados divinamente) não eram para ser transliterados dessa maneira!

Aprendemos que o conjunto dos 5 primeiros livros bíblicos que compõem o Pentateuco são: Gênesis, Êxodo, Levítico, Números e Deuteronômio.

Mas aprofundando-se nas escrituras originais descobrimos que algumas palavras foram, digamos que: ‘um pouquinho mal traduzidas’, pois no hebraico original estes 5 livros são chamados:

  • Bereshit (conhecido como Gênesis): No princípio;
  • Shemoth (conhecido como Êxodo): Os nomes;
  • Vayikra (conhecido como Levítico): Os chamados;
  • Bamidvar (conhecido como Números): No deserto;
  • Devarim (conhecido como Deuteronômio): As palavras;

Se lermos os nomes desses livros em conjunto iremos ter como resultado a seguinte frase: ‘No princípio esses são os nomes dos que Deus chamou no deserto para revelar suas palavras.’

Esse é o segredo para o entendimento de todo o Pentateuco — preservando sua pureza no hebraico!

Podemos resumir que todos os 5 primeiros livros das Escrituras visam originalmente nos orientar, direcionar e guiar a respeito de como se deu o princípio da revelação do Verbo ou da Palavra (que é Jesus)!

Na verdade, todo o Antigo Testamento, seja por promessas, pactos, repreensões ou mesmo símbolos, aponta para o Messias prometido.

Resumo da mensagem do Pentateuco na Bíblia:

Resumo da mensagem do Pentateuco na Bíblia:

Já vimos que o Pentateuco, ou os livros de Moisés, são os primeiros 5 livros encontrados no Antigo Testamento: Gênesis, Êxodo, Levítico, Números e Deuteronômio

Mas resumidamente o que podemos aprender com cada uma destas obras sagradas? Vejamos abaixo.

O que podemos aprender com o livro de Gênesis?

A palavra Gênesis em grego se traduz por Geneseos que significa: ‘origem’, e em hebraico se traduz por  B’ reshit que significa: ‘no princípio’.

Gênesis é o livro do princípio — do início da vida e da ruína posteriormente causada pelo pecado. 

O livro de Gênesis fala da criação — dos céus e da terra, da luz e das trevas, dos mares e da vegetação, do sol, da lua e das estrelas, dos animais terrestres e dos seres humanos. Essa lista poderia continuar e continuar…

Continua após a publicidade

A importância de se ler Gênesis está no fato de que para entender o presente, temos de voltar ao início e compreender o passado.

Se você deseja ir mais fundo no estudo deste livro, lhe recomendo ler o seguinte artigo: Estudo Completo do Livro de Gênesis.

O que podemos aprender com o livro de Êxodo?

Para dar base ao nosso resumo, precisamos primeiro entender o significado do nome do segundo livro de Moisés, que é Êxodo: Esse nome vem de uma palavra grega que em sua tradução significa “partida ou saída de um povo”.

Em hebraico, o livro recebe o nome de suas 2 primeiras palavras, que são: we’elleh shemoth (“estes são os nomes de”). 

Essa mesma frase ocorre no verso de Gênesis 46: 8, onde também introduz uma lista dos nomes dos israelitas que foram para o Egito com Jacó. 

Assim, o Êxodo não deveria existir separadamente, pois é uma continuação da narrativa que começou em Gênesis e foi concluída em Levítico, Números e Deuteronômio.

O livro de Êxodo estabelece uma teologia fundamental na qual Deus revela seu nome, seus atributos, sua redenção, sua lei e como ele deve ser adorado. 

Se você deseja ir mais fundo no estudo deste livro, lhe recomendo ler o seguinte artigo: Estudo Completo do Livro de Êxodo.

O que podemos aprender com o livro de Levítico?

O livro de Levítico é o terceiro livro da bíblia e a sua história acontece logo após a saída dos israelitas da escravidão no Egito.

Levítico recebeu seu nome na Septuaginta (a tradução grega pré-cristã do Antigo Testamento) e significa “relativo aos levitas”. 

Embora Levítico não trate apenas dos deveres especiais dos levitas, é assim chamado porque se refere principalmente ao serviço de adoração no tabernáculo, que era dirigido pelos sacerdotes que eram filhos de Arão, assistidos por muitos da tribo de Levi. 

Êxodo deu as instruções para a construção do tabernáculo, e agora Levítico dá as leis e regulamentos para a adoração lá, incluindo instruções sobre limpeza cerimonial, leis morais, dias sagrados, o ano sabático, etc.

Eu sei que o livro de Levítico parece um pouco pesado ou difícil, mas existem ensinos muito importantes nele – sem dúvida essa leitura irá lhe surpreender!

Se você deseja ir mais fundo no estudo deste livro, lhe recomendo ler o seguinte artigo: Estudo do Livro de Levítico e das leis cerimoniais do Antigo Testamento.

O que podemos aprender com o livro de Números?

O livro dos números não é nada menos do que o 4° livro da bíblia e do Pentateuco. 

Números fala das experiências de um povo peregrino, os redimidos passando por uma cena hostil para a herança prometida.

O livro fala da murmuração e rebelião do povo de Deus e de seu julgamento subsequente. 

Aqueles a quem Deus resgatou da escravidão no Egito e com quem fez uma aliança no Monte Sinai responderam não com fé, gratidão e obediência, mas com incredulidade, ingratidão e repetidos atos de rebelião, que chegaram à extrema expressão em sua recusa em empreender a conquista de Canaã.

A comunidade dos remidos então perdeu sua parte na terra prometida!

Eles foram condenados a viver suas vidas no deserto; somente seus filhos desfrutaram do cumprimento da promessa que originalmente tinha sido deles.

Sem dúvidas o livro de Números nos traz muitas lições e ensinamentos incríveis, afinal toda a bíblia é 100% proveitosa para os dias de hoje.

Se você deseja ir mais fundo no estudo deste livro, lhe recomendo ler o seguinte artigo: Estudo bíblico do livro de Números.

O que podemos aprender com o livro de Deuteronômio?

O livro de Deuteronômio é o quinto livro da bíblia sagrada e o último livro da Toráh!

Deuteronômio é um livro de instruções para os redimidos que estão prestes a entrar na terra prometida.

Este livro localiza Moisés e os israelitas no território de Moabe, na área onde o rio Jordão deságua no Mar Morto. 

Como ato final neste momento importante de transferência de liderança para Josué, Moisés fez seus discursos de despedida para preparar o povo para sua entrada em Canaã. 

Neles, Moisés enfatizava as leis que eram especialmente necessárias naquela época e as apresentava de maneira apropriada à situação. 

Se você deseja ir mais fundo no estudo deste livro, lhe recomendo ler o seguinte artigo: Estudo bíblico do livro de Deuteronômio.

Por que estudar o Pentateuco é importante para os cristãos?

Por que estudar o Pentateuco é importante para os cristãos?

Devemos entender que as palavras da Torá têm tanta autoridade quanto qualquer livro encontrado no Novo Testamento (leia 2 Timóteo 3: 16-17).

Apenas estudando o Pentateuco podemos mostrar como Deus se moveu por meio de Moisés para trazer salvação ao seu povo e como essa narrativa continua no Novo Testamento por meio de Jesus. 

Ou seja, podemos ver Deus trabalhando nos bastidores desde o início de tudo!

Muitas vezes podemos ser tentados a pular seções da Bíblia como Levítico e Números para simplesmente “chegar nos livros mais fáceis”, mas Deus tem suas impressões digitais em cada parte das Escrituras. 

Não podemos simplesmente ignorar certas seções da Palavra simplesmente porque elas não nos divertem tanto quanto outras…

A Toráh é algo em que cada cristão deve investir tempo.

Agora Você Vai Entender a Bíblia de Gênesis a Apocalipse de Uma Maneira que Você Nunca Entendeu Antes. Clique Aqui!

Tyago Rodrigues
Me chamo Tyago Rodrigues e sou totalmente apaixonado pelo reino de Deus e sua obra! O que queima em meu coração? Levar o Evangelho libertador às pessoas, através do ensino da Palavra de Deus, e é isso que tenho feito!