Flash Sale! to get a free eCookbook with our top 25 recipes.

Estudo bíblico do livro de Juízes

O propósito desse livro é mostrar que DEUS MUITAS VEZES PERMITE QUE O SEU POVO SOFRA AS CONSEQUÊNCIAS DE SUA INFIDELIDADE, porém Ele esta sempre disposto a PERDOAR e RESTAURAR seu povo, tantas vezes quanto se arrependerem.
Continua após a publicidade

Hoje iremos debater um pouco a respeito do livro de Juízes. Veremos neste estudo quem escreveu, qual o propósito do livro de Juízes e muitas outras informações de valor. 

Recentemente nós concluímos a leitura e estudo do livro de Josué, onde vimos Deus conduzir seu povo até a terra prometida.

Caso você ainda não tenha visto, lhe recomendo que leia: Estudo bíblico do livro de Josué.

Estudo bíblico do livro de Juízes

Pouco antes de Josué morrer o povo foi novamente alertado sobre a necessidade de se manter fiel à Deus e não adorar a outros deuses.

Porém, a bíblia nos fala que após a morte de Josué todo este ensinamento foi esquecido e negligenciado!

Neste cenário se inicia o Livro de Juízes que recebeu esse nome por um motivo muito simples: o povo ficou sem liderança.

Moisés havia morrido, Josué e todos os outros líderes posteriores também. Com isso gerou-se um grande problema: a fé do povo, sua fidelidade e compromisso com Deus começaram a esfriar.

A partir daqui Deus decide levantar vários líderes chamados de juízes.

Quem escreveu o livro de Juízes?

O Livro de Juízes não revela especificamente o nome do seu autor. Mas, a tradição nos sugere que o profeta Samuel foi quem escreveu esta obra divina.

Juízes está no Velho Testamento, contém 21 capítulos e foi escrito por volta de 1.050 e 1.000 a.C.

Samuel pode ter reunido algumas das histórias do período dos juízes, assim como os profetas Natã e Gade podem também ter participado da editoração do material.

Qual o propósito do livro de Juízes?

O propósito do livro de Juízes é nos mostrar que Deus muitas vezes permite que o seu povo sofra as consequências da sua infidelidade e pecado.

Yahweh [Deus], porém está sempre disposto a perdoar e restaurar o seu povo todas as vezes que se arrependerem.

O livro de Juízes é um relato trágico se colocado em contraste ao livro anterior ╸Josué 

No livro anterior nós lemos que Deus concedeu aos israelitas muitas bênçãos e muitas vitórias contra os inimigos em resultado de sua obediência.

Já aqui no livro de Juízes vamos que os israelitas foram desobedientes e idólatras o que resultou em muitas derrotas e tristezas.

Sim, é verdade que o povo estava sem liderança, mas eles tinham a presença de Deus, que é o mais importante!

Qual o propósito do livro de Juízes?

No livro de Juízes o povo de israel já tinha aprendido como deveriam viver e mesmo assim escolheram agir conforme sua própria vontade ╸trazendo sobre si a ira de Deus.

Eles finalmente estavam na terra prometida após 40 anos andando no deserto, mas agora corriam o risco de perdê-la para os seus inimigos. Pois comprometeram suas convicções, seus valores e fé!

O ciclo vicioso do povo de Juízes.

Todo o povo de Juízes desobedeceu a Deus e deram início a um ciclo vicioso de comportamento que basicamente tinha 5 etapas, sendo elas: 

  1. O povo pecava e se envolvia com a idolatria e práticas de outras culturas.
  2. Deus repreende-os, permitindo que o povo inimigo se levantasse contra Israel.
  3. O povo desesperado clama ao Senhor pedindo livramento.
  4. Deus levantava um líder (no caso um juiz) para libertar o povo do castigo.
  5. Israel se mantinha fiel àquele juiz que Deus levantou até o dia da morte dele.

Após a morte do juiz, todos israelitas voltavam à fase 1 do ciclo e assim se dava com todos os juízes que Deus levantava. 

Quais são os Juízes do livro de Juízes?

Ao total foram levantados diversos juízes para o povo, sendo eles:

Continua após a publicidade
  • Otoniel (capítulo 3: 7-11);
  • Eúde (capítulo 3: 12-30);
  • Sangar (capítulo 3: 31);
  • Débora (capítulos 4 e 5);
  • Gideão (capítulos 6 e 8);
  • Abimeleque (capítulo 9);
  • Tolá (capítulo 10: 1-2);
  • Jair (capítulo 10: 3-5);
  • Jefté (capítulo 10: 6-12.7);
  • Ibsã (capítulo 12: 8-10);
  • Elom (capítulo 12: 11-12);
  • Abdom (capítulo 12: 13-15);
  • Sansão (capítulos 13 à 16);]

Curiosidades sobre alguns Juízes.

Provavelmente o juiz mais conhecido foi o 12º juiz ╸Sanção que liderou os israelitas após um cativeiro de 40 anos sob o domínio dos filisteus.

Sansão cumpriu seu propósito e fez o impossível naquela época, levou o povo de Deus à vitória (para isto teve de sacrificar a própria vida).

De certa forma ele foi uma tipologia de Cristo…

O anúncio para a mãe de Sansão de que ela teria um filho que iria liderar Israel é um prenúncio do anúncio à Maria sobre o nascimento do Messias. 

Deus enviou o Seu Anjo a ambas mulheres e lhes disse: “Eis que tu conceberás e darás à luz um filho” (Juízes 13:7, Lucas 1:31) que conduzira o povo de Deus.

Sabemos que, diferente de Sanção ╸Jesus não teve pecado, mas assim como ele deu sua vida para salvar o seu povo.

Outra curiosidade notória no livro de Juízes está no fato de que, considerando a sociedade patriarcal da época, ter entre os juízes uma mulher é algo único e excepcional!

Outro juiz que merece destaque é Gideão, que, como muitos que são chamados por Deus não se considerava capaz de liderar o povo, porém confiou no Senhor e com apenas 300 soldados derrotou os midianitas.

Quais as lições que o livro de Juízes nos ensina?

Talvez você esteja pensando: ‘- Legal toda essa história, mas como podemos aplicar os ensinos deste livro nos dias de hoje?’

A maior lição que podemos tirar daqui é que: como já sabemos a desobediência e o pecado sempre traz sofrimento!

Os israelitas representam um perfeito exemplo do que definitivamente não devemos fazer…

Todo o povo permaneceu naquele ciclo infindável onde desobedeciam e eram perdoados, mas ao invés de aprender com os erros, cometiam os mesmos pecados vez após vez.

Se pararmos para refletir veremos que esse mesmo cenário está presente nos dias de hoje!

Quantas vezes cometemos os mesmos erros, vez após vez nos arrependemos e nos voltamos para Deus que em sua infinita misericórdia nos perdoa e dá uma nova chance.

Mas quando menos se espera, lá estamos nós de novo desagradando ao Senhor…

Quais as lições que o livro de Juízes nos ensina?

É importante atentar que a palavra de Deus é certa: se continuarmos na desobediência nós estaremos autorizando a disciplina de Deus sobre as nossas vidas.

Não porque o Senhor se alegra com o nosso sofrimento, mas porque o Senhor corrige aqueles que ama.

Amado, meu desejo é que em meio toda a crise que estamos vivendo possamos refletir sobre as nossas atitudes.

Pense: que lições podemos tirar das situações desta tribulação? o que Deus está tentando nos ensinar através dessa tempestade?

Espero que você tenha gostado do estudo de hoje e que ele te ajude e abençoe grandemente.

Tyago Rodrigues
Me chamo Tyago Rodrigues e sou totalmente apaixonado pelo reino de Deus e sua obra! O que queima em meu coração? Levar o Evangelho libertador às pessoas, através do ensino da Palavra de Deus, e é isso que tenho feito!